Publicidade

Correio Braziliense

Morre, aos 88 anos, a escritora americana ganhadora de Nobel, Toni Morrison

A autora marcou o mundo ao tornar-se a primeira mulher negra a receber um Prêmio Nobel de Literatura


postado em 06/08/2019 13:10 / atualizado em 06/08/2019 13:10

Toni Morrison é autora de 11 romances, dentre eles 'Amada', que ganhou adaptação para os cinemas(foto: Internet/Reprodução)
Toni Morrison é autora de 11 romances, dentre eles 'Amada', que ganhou adaptação para os cinemas (foto: Internet/Reprodução)
 
Escritora e ganhadora do Prêmio Nobel de Literatura, Toni Morrison morreu aos 88 anos na última segunda-feira (5/8). A informação foi confirmada pela editora Knopf nas redes sociais. No entanto, a causa da morte ainda não foi divulgada. "É profundamente triste relatar que Toni Morrison morreu aos 88 anos de idade", publicou a editora juntamente com um pronunciamento de seu presidente, Sonny Mehta.

"A vida profissional de Toni Morrison foi gasta a serviço da literatura: escrever livros, ler livros, editar livros, ensinar livros. Posso pensar em poucos escritores de letras americanas que escreveram com mais humanidade ou com mais amor pela linguagem do que Toni. Suas narrativas e prosa hipnotizante fizeram uma marca indelével em nossa cultura. Seus romances comando e exigem nossa atenção. São obras canônicas e, o que é mais importante, livros que permanecem amados pelos leitores", completou o presidente.
 
 
 

Trajetória 


Nascida em 18 de fevereiro de 1931, em Ohio, no Estados Unidos, a escritora publicou o primeiro romance em 1970: O olho mais azul. No entanto, ela ficou mais conhecida pelo quinto romance da carreira, Amada, lançado em 1987. O livro rendeu a ela o prêmio Pulitzer em 1988 e garantiu uma trilogia, com Amada, Jazz (1992) e Paraíso (1999). 
 
Toni Morrison lançou 11 romances ao longo da carreira, além de também ter se aventurado na literatura infantil, obras não ficcionais, entre outros trabalhos. Seu último livro foi Deus ajuda essa criança, lançado em 2015, e nove obras da autora foram lançados no Brasil pela Companhia das Letras.

*Estagiário sob a supervisão de Adriana Izel

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade