Publicidade

Correio Braziliense

Escritora Onã Silva lança livro nesta quinta-feira no Ernesto Café

Radicada em Brasília, a autora apresenta o novo trabalho: 'A viagem fantástica em cordel pela história da enfermagem'


postado em 12/08/2019 08:33 / atualizado em 12/08/2019 11:18

Onã Silva é criadora de obras que destacam a literatura de cordel(foto: Arquivo Pessoal)
Onã Silva é criadora de obras que destacam a literatura de cordel (foto: Arquivo Pessoal)

A escritora Onã Silva está lançando o novo trabalho A Viagem Fantástica em Cordel pela História da Enfermagem. Radicada em Brasília, a autora é conhecida como Poetisa do Cuidar e tem como característica literária a produção de cordéis, uma herança que herdou da família nordestina.

“Eu nasci poeta. Cuidar é uma ação que realizamos no dia a dia da enfermagem. Daí surgiu o Poetisa do Cuidar. Amo escrever, ler, publicar e divulgar a literatura de cordel, porque ela é uma linguagem popular, sonora, criativa que permite criar, divulgar e dialogar saberes, além de conquistar um público significativo. E são escassas as literaturas de cordel sobre as histórias de enfermagem”, conta Onã Silva.

No novo livro, os destaques ficam com os versos fortes e rimas bem cuidadas que dialogam com a história da enfermagem, dos profissionais e das personalidades. Algumas práticas do cuidar também são destacadas nas 304 páginas — divididas em sete capítulos que compõem a obra. Entre as novidades, um cordel escrito em espanhol, em parceria com a tradutora Caroline Salles, que homenageia a “pioneira da enfermagem”.

“É uma homenagem à Florence Nightingale, que foi uma grande enfermeira a trabalhar na Guerra da Crimeia, cuidando de feridos de guerra. Primeiro fiz em português, mas vi que o cordel tem a questão sonora, contínua. Então pensei em fazer em outra língua. Em inglês não deu certo por conta das rimas, mas pensei no espanhol. Sentei com a tradutora e fomos traduzindo e adaptando as rimas”, explica a poetisa.

Além de cordelista, Onã também é enfermeira. A profissão, na qual tem mestrado e doutorado, serve de inspiração para a produção literária. Segundo a escritora, a enfermagem tem vários ramos que vão além de aplicar injeções e que podem se desdobrar para o lado artístico sem muito mistério.

“Vi que a minha área de atuação na enfermagem era mais na parte de educação e orientação. E a arte se relaciona bem com isso. As pessoas não entendiam muito bem no começo o que tinha a ver. Mas assim como a alegria de ver um bebê nascer ou como a tristeza de ver uma pessoa morrer, a poesia é sentimento. Destes casos que surgem a inspiração”, conta a escritora.

O livro será publicado, também, em braile e como audiolivro, incentivando o lado da acessibilidade da leitura, mas em uma data posterior.

Exposição

Além do lançamento do novo livro, Onã Silva está com uma exposição visual no Conselho Federal de Enfermagem (COFEn) chamada Enfermagem: a mais bela poesia do cuidar, aberta até 9 de setembro.

Nela, a artista mostra uma sequência selecionada de quadros-poemas autorais. “Peguei vários livros meus e extraí alguns poemas de gêneros diferentes. Fiz uma composição com cerca de 50 quadros que possuem um outro olhar acerca da profissão de enfermeira. As produções são minhas, tem tamanho 30x40 e são bem diagramados e ilustrados.”

*Estagiário sob a supervisão de José Carlos Vieira


A Viagem Fantástica em Cordel Pela História da Enfermagem
Lançamento do livro de Onã Silva: 15 de agosto, às 18h, no Ernesto Café Especiais (115 Sul) e 20 de agosto, às 19h, no Carpe Diem (104 Sul. Preço: R$ 30. Classificação indicativa livre.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade