Publicidade

Correio Braziliense

Morre o ator João Carlos Barroso, aos 69 anos, devido a um câncer

O ator esteve presente nas telinhas em diversos programas da Rede Globo, como 'Roque Santeiro', 'Zorra total' e 'Os Trapalhões'


postado em 13/08/2019 10:10 / atualizado em 13/08/2019 10:11

O ator deu a voz ao protagonista de 'A espada era a lei', na dublagem da animação da Disney de 1963(foto: Globo/Estevam Avellar)
O ator deu a voz ao protagonista de 'A espada era a lei', na dublagem da animação da Disney de 1963 (foto: Globo/Estevam Avellar)
 
Morreu, nesta segunda-feira (12/8), o ator João Carlos Barroso, 69 anos, decorrente de complicações por conta de um câncer. A morte foi confirmada por colegas do artista nas redes sociais.

Mario Cesar Nogueira, também ator, publicou a notícia lamentando a morte do amigo e colega de profissão. "É com imensa tristeza que recebo esta notícia. Nosso grande amigo, João Carlos Barroso - Barrosinho, colega de profissão e de grandes lutas, parceiro de futebol dos artistas inúmeras vezes, nos deixou. Que Deus o receba em seu reino de luz. Meus sentimentos à família", escreveu no Facebook.


Stepan Nercessian também homenageou o ator. "Nosso Adeus a João Carlos Barroso. Parceiro das artes, do futebol e da vida".


João Carlos Barroso, fez diversos trabalhos na televisão brasileira, como em Roque Santeiro, em que interpretou Toninho Jiló. Também teve destaque no humorístico Zorra total, em várias esquetes do programa. Deu vida a Tancredo Neves, na minissérie JK, em 2006. O último trabalho nas telinhas foi em 2016, quando esteve na pele do delegado Mesquita na novela Sol nascente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade