Publicidade

Correio Braziliense

Brasiliense Raquel Nava é finalista do Prêmio Marcantonio Vilaça

A artista é uma das 30 selecionadas na tradicional premiação de artes visuais


postado em 14/08/2019 18:13 / atualizado em 14/08/2019 18:13

Raquel Nava concorre ao prêmio de trabalho de R$ 50.000(foto: Diego Bresani/Divulgação)
Raquel Nava concorre ao prêmio de trabalho de R$ 50.000 (foto: Diego Bresani/Divulgação)


O Prêmio Marcantonio Vilaça é um dos mais tradicionais do país no ramo das artes visuais. E a brasiliense Raquel Nova é a representante do Distrito Federal na disputa pela premiação, que totaliza 30 finalistas. A artista terá a obra exposta no Museu de Arte Brasileira da Fundação Armando Alvares Penteado (MAB FAAP), em São Paulo. 

A exposição começa em 13 de setembro e vai até 6 de outubro. Cinco artistas serão escolhidos como vencedores, faturando uma bolsa de trabalho no valor de R$ 50.000 com direito a curadoria de arte por um ano e obras expostas em exposições itinerantes pelo Brasil. O prêmio começou com 687 inscritos e teve júri formado por Ana Avelar, Marcus Lontra, Bernardo Mosqueira, Clarissa Diniz, Gabriela Motta, Josué Mattos e Rochelle Costi. 

Em nota, o curador Marcus Lontra explicou o objetivo central do projeto. "O prêmio busca identificar, premiar e promover trajetórias artísticas, independente da faixa etária. Contemplamos tanto jovens, que possuem trajetória expressiva nas suas regiões e precisam desse prêmio para desenvolver suas carreiras, quanto artistas mais experientes e conhecidos, que merecem o reconhecimento nacional proporcionado pela premiação."

Os 30 finalistas da 7ª edição do Prêmio são: Alan Adi (Sergipe); Aline Motta (Rio de Janeiro); Ana Hupe (Rio de Janeiro); Ana Mazzei (São Paulo); Ana Teixeira (São Paulo); Anna Costa e Silva (Rio de Janeiro); Clara Ianni (São Paulo); Dalton Paula (Goiás); Dora Longo Bahia (São Paulo); Eduardo Frota (São Paulo); Fabrício Lopez (São Paulo); Guto Lacaz (São Paulo); Haesbaert (Rio Grande do Sul); Isabela Prado (Minas Gerais); Ismael Monticelli (Rio Grande do Sul); João Modé (Rio de Janeiro); Juliana Notari (Pernambuco); Letícia Ramos (Rio Grande do Sul); Lívia Flores (Rio de Janeiro); Mônica Nador (São Paulo); Nydia Negromonte (Minas Gerais); Osvaldo Carvalho (Rio de Janeiro); Pedro França (São Paulo); Pedro Marighella (Bahia); Rafael Bqueer (Pará); Raquel Nava (Distrito Federal); Rodrigo Bueno (Ceará); Ueliton Santana (Acre); Vitor Cesar (Ceará); Vivian Caccuri (São Paulo).

Serviço 
Prêmio Indústria Nacional Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas
Museu de Arte Brasileira - Fundação Armando Alvares Penteado (MAB-FAAP) (Rua Alagoas, 903 – Higienópolis – São Paulo)
Exposições de 13 de setembro a 6 de outubro de 2019. 
Visitação: Segundas, quartas, quintas e sextas-feiras, das 10h às 19h (última entrada às 18h); aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h (última entrada às 17h). Fechado às terças-feiras, inclusive quando feriado. A entrada é franca. 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade