Publicidade

Correio Braziliense

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta quarta (21)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta quarta-feira, 21 de agosto, de acordo com cada signo


postado em 21/08/2019 06:00

Horóscopo, 21 de agosto de 2019(foto: Stan Honda/AFP; CB)
Horóscopo, 21 de agosto de 2019 (foto: Stan Honda/AFP; CB)

Os mentirosos apoiam as mentiras

Data estelar: Vênus ingressa em Virgem; Lua míngua em Touro

Não existe conspiração organizada para evitar que nossa humanidade se integre a conjuntos maiores e mais sofisticados de experiência, porque não há tamanha inteligência para arquitetar algo assim. Existe, isso sim, um apego à ignorância e à mesquinharia que pode eventualmente ser manipulado de tal maneira que pareça uma conspiração. O tempo que gastamos para produzir e sustentar mentiras que sirvam ao propósito de evitar os diversos assuntos de que somos protagonistas é o tempo de nosso apego à ignorância. Graças ao apego à mentira ignorante se erguem ideologias que se apoiam integralmente em mentiras, como, por exemplo, voltar ao passado em que um país era grandioso, ou de que os países devam ser defendidos contra a invasão de imigrantes. Os mentirosos, por omissão ou comissão, apoiam as mentiras.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

Encontre o prazer que se perdeu no meio da repetição das tarefas cotidianas. Encarar essas tarefas com enfado é a pior escolha, porque ainda que essas não tenham nada de maravilhoso, são essenciais e valiosas.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

As tentações são múltiplas e a vontade de se concentrar no que realmente interessa parece perder seu sentido essencial. Este é o tipo de momento em que tudo parece conspirar contra você fazer o que é certo de verdade.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Arrume seu espaço, agregue beleza aos lugares onde você passa uma boa parte do tempo, use a criatividade para, com pouca coisa, fazer com que os espaços sejam mais acolhedores, provedores de experiências harmoniosas.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

Promessas e mais promessas, a alma está farta delas. Porém, não se pode negar que apesar do fastio provocado pelas promessas nunca cumpridas, o brilho das conversas promissoras continua seduzindo a alma enfastiada.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

Tudo que lhe apresentam agora é muito atrativo, porém, pela própria experiência você deveria saber que nem sempre o que brilha é verdadeiramente valioso. Cuide para ter o discernimento afiado neste momento.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Os dilemas são inerentes ao ser humano, porque se tivéssemos certezas absolutas, seriamos insuportáveis e, além disso, perderíamos a capacidade de fazer uso de nossa liberdade para escolher. Incertezas e liberdade.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

As coisas mais lindas que a alma pensa seriam ainda mais belas se pudessem ser compartilhadas no mesmo instante de serem idealizadas. A vida civilizada, porém, se impõe e será melhor protelar o regozijo pressentido.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

A concórdia, ainda que fugaz, representa um momento importante, um marco que serve de ponto de apoio para futuros momentos em que seja necessário retornar a ela. A concórdia é fugidia, mas muito valiosa.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

A sorte é enganosa, porque muitas vezes ela surge com a cara contrária, ao passo que em muitos momentos em que ela parece sorrir, na verdade está andando na mão contrária também. Avalie com cuidado o que parece sorte.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Novas e boas ideias surgem agora, mas seria melhor terminar o que já foi posto em marcha antes de você se engajar em novos caminhos. As novidades sempre serão mais sedutoras e interessantes, mas dever é dever.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

A curiosidade mata os gatos, mas para os humanos é a motivação essencial das descobertas que podem fazer grande diferença. Isso não significa que todas as curiosidades valham a pena, porém, que algumas são valiosas.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

A complexidade dos relacionamentos atuais há de servir de sinal de tudo que foi acontecendo até aqui e o quanto algumas questões foram sendo empurradas ao futuro. Esse futuro se converteu no aqui e agora, é isso.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade