Publicidade

Correio Braziliense

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta sexta (23)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta sexta-feira, 23 de agosto, de acordo com cada signo


postado em 23/08/2019 06:00

Horóscopo desta sexta-feira (23/8)(foto: Stan Honda/AFP; CB)
Horóscopo desta sexta-feira (23/8) (foto: Stan Honda/AFP; CB)

As potencialidades são tua riqueza

Data estelar: Sol ingressa em Virgem; Lua Vazia até 11h34 horário de Brasília, quando ingressa em Gêmeos e se torna quarto minguante

Ainda que de tuas potencialidades tu tenhas apenas uma ideia vaga e imprecisa, um mero pressentimento de que precisas fazer algo mais com tua vida, isso é suficiente para continuares sendo humano, enfrentando teus dilemas íntimos e tua insegurança. És consciente de tuas potencialidades porque são sementes, promessas de realizações futuras e tu precisas apostar nelas, porque são teus tesouros, tua riqueza escondida, a qual não pode ser desenterrada com violência, porque a destruirias, mas com teu empenho cotidiano. O excesso de autoconfiança te aniquilaria, te motivaria a fazer coisas perigosas só para te gabares de ser maior que tuas inquietações. Aceita tua insegurança, é humano não ter certeza de absolutamente nada.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

São muitos os detalhes que precisam ser cuidados nesta parte do caminho e isso não é muito divertido, mas necessário e essencial também. Por isso, arme-se de boa vontade e se dedique a cumprir todas as tarefas envolvidas.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

É preciso forçar um pouco para que tudo aconteça de acordo com seus desejos. Nem sempre uma atitude dessas seria aconselhável, porém, no mundo humano dos desejos é impossível a realização sem certo nível de força.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Cultive seu bem-estar, mas proteja o bem-estar alheio também, pelo menos o das pessoas próximas, porque seria impossível você usufruir qualquer tipo de bem-estar particular enquanto o ambiente funciona diferente.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

A vontade de dizer tudo que andou percebendo é enorme, porém, as condições para isso não são ideais e, por isso, o tiro sairia pela culatra. Procure seguir em frente, sem dar nenhuma indireta. Continue observando.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

Está tudo certo com seus planos, mas você precisa ter em conta o cenário incerto do mundo em que esses planos precisam ser postos em marcha. Sobre isso não há controle nem tampouco se pode fazer previsões seguras.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Você verá que ainda que o cenário não mude, seu humor muda e isso faz toda a diferença. Com humor mais expansivo e receptivo, você acertará com mais tino nas decisões e tomada de iniciativas. É só comprovar.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Só a percepção clara e lúcida dos fatos em curso garantirá que você possa declarar que sabe algo do que acontece. No mais, tudo é especulação e, em muitos casos, fofoca apenas. Tome distância dessas condições.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Sobre as discórdias que surgirem, virá também a oportunidade de aparar as arestas e haver maior entendimento. As discórdias acontecem automaticamente, porém, o entendimento precisa ser trabalhado com empenho.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

A ajuda necessária não acontecerá naturalmente, você precisará se esforçar para a arrancar das pessoas que resistem, não porque sejam contrárias, mas porque andam acontecendo várias coisas a elas.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Sempre haverá oportunidades de bem-estar e prosperidade disponíveis, porém, em certos momentos da história humana, como o atual, essas ficam ocultas por trás dos acontecimentos que parecem apontar ao contrário.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

Arriscar um pouco é preciso, porém, não tanto ao ponto de ficar sem chão. Procure, por isso, aceitar alguns riscos, mas sem perder de vista tudo que faz sua alma se sentir segura e protegida. Caminho do meio.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Os acordos existem para que seja real a perspectiva de todos os envolvidos se beneficiarem. Por isso, as pessoas sustentam discórdias porque querem e não porque sejam inevitáveis. A palavra acordo existe, o fato também.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade