Publicidade

Correio Braziliense

Aplicativo disponibiliza rotas por obras de Athos Bulcão

O recurso está disponível gratuitamente na Apple Store e na Google Play


postado em 02/09/2019 19:39 / atualizado em 02/09/2019 19:39

A Igrejinha Nossa Senhora de Fátima é um dos pontos turísticos do aplicativo(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
A Igrejinha Nossa Senhora de Fátima é um dos pontos turísticos do aplicativo (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
ROTA61DF - dicas de rotas para você rodar. O nome é grande, mas o aplicativo (para Android e iOS) surgiu para simplificar o turismo na capital federal. Depois do site e do perfil no Instagram, o guia virtual, em parceria com a Fundação Athos Bulcão, lançou a Rota Athos Bulcão. A ideia é proporcionar aos motoristas de veículos de duas rodas uma experiência diferente pela história de Brasília, sua arte e arquitetura.

O recurso reúne 15 — dos 260 — pontos turísticos do DF com obras do artista. Eles estão divididos em três categorias: Arte e Arquitetura, com Igrejinha Nossa Senhora de Fátima, Parque da Cidade Sarah Kubitschek, FioCruz Brasília, Edifício Denasa e a fachada do Teatro Nacional Claudio Santoro; Azulejos, com Brasília Palace Hotel, Ed. Athos Bulcão, Mercado das Flores, Adasa e Teatro Nacional Claudio Santoro (Foyer da Sala Villa- Lobos); e Olhares Cruzados, com Palácio Itamaraty (Sala dos Tratados), Congresso Nacional, Salão Verde, Instituto Rio Branco, Teatro Pedro Calmon – Setor Militar Urbano – e Memorial JK. 

Após finalizar seis dos pontos sugeridos, o usuário pode solicitar uma entre as duas opções de Kit disponíveis. A primeira é composta por um patch - emblema de tecido, bordado - e um adesivo. A segunda tem os mesmos itens e ainda uma caneca do projeto Rota61DF. O patch é único e exclusivo e traz estampada a imagem do painel de azulejos do Parque da Cidade, uma das obras que integram o trecho Arte e arquitetura da rota. 

O aplicativo já está disponível para download gratuito na Apple Store e na Google Play

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade