Publicidade

Correio Braziliense

Fafá de Belém é criticada após interromper fala de negros no Encontro

Programa da Rede Globo tratava sobre abuso de empregadas domésticas


postado em 12/09/2019 16:18 / atualizado em 12/09/2019 17:13

(foto: TV Globo/ reprodução )
(foto: TV Globo/ reprodução )
A cantora Fafá de Belém foi alvo de críticas na internet por sua participação no programa Encontro, da Rede Globo, na manhã desta quinta-feira (12/9). 

Fafá foi uma das convidadas do programa  que discutiu abuso sexual de empregadas domésticas. Além dela, estavam presentes a historiadora Preta-Rara, autora do livro Eu, Empregada Doméstica - a senzala moderna é o quartinho da empregada, o ator David Junior e a ex-jogadora de basquete Janeth Arcain. 

Em determinado momento, a paraense interrompeu a fala de Preta-Rara. A historiadora falava que quando se fala de empregas domésticas é preciso se lembrar que também é uma questão de racismo. 
 
"Este é um emprego que tem cor. A gente está falando também de racismo. A minha vó foi empregado, minha mãe foi e eu fui", disse Preta-Rara. Fafá retrucou dizendo que não são só as mulheres negras. "Concordo com você, tem pesquisa, mas não são só as mulheres negras. As mulheres pobres, que necessitam de trabalhar, a parda, a cabocla, a ribeirinha", interromepeu Fafá.
  
A apresentadora Fátima Bernardes logo emendou que as negras também estão entre a maioria das de baixa renda.
 
Em torno de 21% das mulheres negras são empregadas domésticas, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Essa população corresponde a cerca de 80% de todas as trabalhadoras do ramo.  

Os internautas, não aprovaram e alegaram que ali não era o lugar de fala de Fafá. 

Confira as reações: 

 
 
 
 
 
 

Mas também tiveram aqueles que saíram em defesa da cantora 

 
 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade