Publicidade

Correio Braziliense

Dhi Ribeiro lança DVD nesta segunda-feira no Clube do Choro

Em sua carreira, Dhi viveu grandes momentos como o lançamento de seu primeiro álbum Manual da mulher


postado em 18/11/2019 07:00 / atualizado em 18/11/2019 10:59

(foto: Arquivo pessoal)
(foto: Arquivo pessoal)

Nascida no Rio de Janeiro, criada em Salvador e sambista de Brasília. Toda essa mistura colaborou para criação da grande artista Dhi Ribeiro. Ouvindo samba e participando do carnaval desde o berço, a cantora começou na música apenas por lazer, pois tinha na modelagem um futuro de carreira.

Depois de 10 anos trabalhando como modelo, Dhi foi eleita revelação do carnaval em 1993 e recebeu uma oferta para cantar em uma banda na capital, chamada Trem das Cores. “O grupo já tinha uma história, me mudei para Brasília para trabalhar, porque até então a música era só diversão. Com a banda pude conhecer músicos que me deram muitos ensinamentos e me ajudaram a crescer”, conta a artista em entrevista ao Correio.

A sambista passou ainda pelo grupo Companhia do Swing, sucesso nos anos 2000, no qual mesclava o samba carioca, com o baiano, com influência de ritmos da cultura negra. Todo esse amor pelo ritmo foi semeado por seu pai e pelo avô desde a infância: “Os dois sempre foram muito ligados ao carnaval. Meu avô foi um dos fundadores do Afoxé Filhos de Gandhy e nós fazíamos parte de tudo, montávamos até os colares, depois todo mundo saía para ver o bloco. A música sempre esteve presente na minha vida sem eu perceber”, relembra.

Em sua carreira,  viveu grandes momentos como o lançamento de seu primeiro álbum Manual da mulher. Fez apresentação em sessão solene da Câmara dos Deputados para comemorar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra a Mulher, em 2007, além de ter se mudado para Itália, em 2000, para trabalhar como cantora em um circo. Outro marco importante ocorreu quando sua música Para uso exclusivo da casa foi escolhida como trilha sonora da novela Lado a Lado, da TV Globo, em 2012.  A mesma canção também foi tema da novela A força do querer, de Glória Perez.

O percurso como cantora deu mais um salto ao ser selecionada para participar do programa The Voice Brasil, também da TV Globo, em 2017. Na época, ela foi representante do time de Carlinhos Brown e acabou eliminada da competição na fase de tira-teima.

Agora, ela vive mais um grande momento. Depois de dois anos de gravação, produção e edição de forma independente, o DVD Leme da Libertação, distribuído digitalmente pela GRV Música, Media e Entretenimento, foi lançado em todas as plataformas digitais neste domingo (17/11). Com 20 músicas, o projeto foi todo gravado no Clube do Choro, em 2017, e reafirma características fortes da cantora como versatilidade, diversidade no samba e interpretação única.

O DVD é um grande sonho da artista, que agora tem aquele sentimento de dever cumprido: “É um ciclo que comecei e precisava fechar. Foi ralação pura, dois anos para conseguir lançar. Tive ajuda de algumas pessoas e apoio do FAC no final, mas posso dizer que sou responsável por tudo do disco”, relata a sambista.

Diáspora e relevância negra, empoderamento feminino e luta das minorias. O novo trabalho abraça todos esses temas importantes para a sociedade cantados em samba canção, carioca, da bahia e afro-samba. “Queria poder dizer minha opinião em forma de música e por isso o DVD tem a minha cara”.

O nome Libertação caiu como uma luva a toda história que o disco engloba nas canções, além de ter trazido consigo algumas dificuldades comuns a quem não tem apoio de gravadoras como falta de recursos, pessoal e apoio financeiro. “É uma libertação mesmo, por tudo que aconteceu, por ser feito de forma independente, sem gravadora, pela minha luta, pelas músicas. Recebi a música tema há 10 anos e quando me convidaram para cantar descobri tudo que queria dizer”, ressalta Dhi.

Show

Para marcar o lançamento do novo trabalho, a cantora realiza apresentação no mesmo lugar da gravação, o Clube do Choro. “Estou sempre no clube, mas queria que o álbum fosse tocado no mesmo local que foi gravado. É um trabalho lindo, simples, que tem os elementos que eu gostaria de tocar. As canções foram gravadas por músicos brasilienses e com uma banda que me acompanha em todos os lugares”.

*Estagiário sob a supervisão  de Severino Francisco

Lançamento DVD — Leme da Libertação
Clube do Choro (SDC, Bl. G). Hoje, às 20 horas. Show de lançamento do DVD Leme da Libertação. Ingressos a R$ 40, disponíveis de forma antecipada no site: www.bilheteriadigital.com/ clubedochoro. Não recomendado para menores de 14 anos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade