Publicidade

Correio Braziliense

Dia da Consciência Negra é marcado por programação especial em Brasília

Confira uma seleção de eventos para celebrar a data!


postado em 20/11/2019 06:00 / atualizado em 19/11/2019 19:30

Data instituída no calendário brasileiro desde 2003, o Dia da Consciência Negra é celebrado sempre em 20 de novembro, em lembrança a morte de Zumbi dos Palmares. Na capital federal, apesar de não ser feriado oficial, a programação cultural celebra a data. O Correio fez uma seleção de eventos inspirados na data. Confira!
 
Celly IDD se apresenta nesta quarta-feira (foto: Vicent Rosenblat)
Celly IDD se apresenta nesta quarta-feira (foto: Vicent Rosenblat)

Zumbis e Dandaras 

Veterana na capital, a festa Noite Preta desembarca mais uma vez na capital fazendo menção a Zumbis, Dandaras e outras lideranças negras que lutaram por dignidade, valorização e equidade. Nesta quarta-feira (20/11), para comemorar os seis anos do Comboio Percussivo no Distrito Federal e o Dia da Consciência Negra, o coletivo celebrará a musicalidade afrobrasileira por meio do evento que visa a luta pela igualdade racial, promovendo a música e a cultura popular. Estão escalados para o programação o bloco Oficina do Comboio, o grupo Filhas de Oyá e o DJ Lets Gabs, além dos cantores Ravel Rodrigues, Moara, Ivert Evina, Marcelo Café e Martinha do Coco. A partir das 20h, na Cervejaria Criolina (SOF SUL Qd 1 Cj B Lt 6). Entrada franca mediante a retirada de ingresso no aplicativo Sympla. Não recomendado para menores de 18 anos.

Dança como afirmação

O Sesc apresenta o primeiro Festival Afirmativo de Dança, em uma de suas unidades, no Setor Comercial Sul. A festividade propõe o entendimento do corpo negro como território político, além do reconhecimento do corpo brasileiro no mundo. Dança, mostras coreográficas, aulas, shows, painéis, debates e oficinas diversas fazem parte do festival, que é livre para todos os públicos. Para esta quarta-feira (20/11), a programação inclui Slam das 6 –  Edição Excelência Negra, com a presença do MC Dextape (CE), de Rodrigo Leopolldo (SP), de Celly IDD (RJ), de Lídia Dallet, de Cleudes Pessoa, de Debrete, de Haynna Jaciara e convidados. Entrada e participação franca. Não recomendado para menores de 12 anos. 
 
 
Adriano Rocha celebra a data com show(foto: Adriano Rocha/ Divulgação)
Adriano Rocha celebra a data com show (foto: Adriano Rocha/ Divulgação)

Samba-rock 

Nesta sexta e sábado (22/11 e 23/11), o músico Adriano Rocha celebra o Dia da Consciência Negra em um show no Espaço Cultural Renato Russo, às 20h. No repertório, composições do álbum Onde tem vagabundo, o capeta não encosta, lançado recentemente e músicas conhecidas do grande público como É d’oxum e Zumbi - A felicidade guerreira. Embalados por samba-rock, maracatu e reggae, o cantor promete animar as duas noites. No palco, ao lado do artista, Deth Santos (bateria), Rafael de Sousa (baixo) e Diogo Pimentel (teclados). Ingressos a R$ 10 (meia-entrada) pelo Sympla e na bilheteria física do centro cultural. Livre para todos os públicos. 
 

Endossa

A Endossa do Casapark realizará nesta quarta-feira (20/11), um evento que visa a exaltação e valorização do trabalho de mulheres empreendedoras negras. A programação da loja colaborativa conta com a exposição das marcas Diáspora, Preta Alguima e Mina Nagô, além de contar com uma playlist formada apenas por artistas negros. Para se refrescar, a loja disponibilizará água saborizada. Entrada franca. Livre para todos os públicos.

Cinema 

O Festival de cinema Transcendência realiza a sexta edição na capital e nesta quarta-feira (20/11) conta com uma programação destinada ao Dia da Consciência Negra. Às 10h, a galeria 4 do CCBB recebe Vivência a escrita do roteiro, com João Rodrigo Mattos. A partir das 15h, o centro cultural exibirá A stroy of Sahel Sounds, Meu amigo fela e Clementina, que contará com a participação de Vera Jesus, neta de Clementina de Jesus e finaliza a programação especial com a exibição de Gangbe, às 21h. Entrada Franca. Conferir classificação indicativa de acordo com os filmes. 
 
Nãnan Matos se apresenta no simpósio (foto: Simpósio Pensares negreiros/ Divulgação)
Nãnan Matos se apresenta no simpósio (foto: Simpósio Pensares negreiros/ Divulgação)
 

Simpósio

Nesta quarta-feira (20/11), o Teatro dos Bancários (EQS 314/15) recebe o simpósio Pensares negreiros - Você em consciência de quê?. O encontro propõe um debate sobre as mais diversas discussões referentes às questões raciais no Brasil. O
evento contará com palestras, debates, apresentações artísticas e culturais. Além de reunir ativistas, personalidades do movimento negro do DF, militantes, professores, estudantes, escritores, artistas e todos os interessados na causa. A programação ainda conta com grafite com a artista plástica Carli Ayô, exibição dos documentários Quilombo – Quilombola, de Franca Vilarinho, e Tijolos de pó, de Sonia Fattori, e apresentação da cantora Nãnan Matos e dos grupos Guind’Art 121 e Grupo Guerreiros de Moçambique do Quilombo de Ambrósio. Entrada franca. 

Exposição

A  exposição Um corpo negro no mundo, da artista visual multilinguagem Jessi B chegou a Brasília no dia 5 e estará disponível para visitação nesta quarta-feira. As obras mostram por meio de retratos e autorretratos, a corporalidade e o lugar do negro no mundo. A artista retrata nas obras um novo lugar onde esse corpo fala e externa as vontades e subjetividades. A artista tem como principais linguagens a fotografia, a pintura e a tatuagem (especializada em pele negra), transitando por diversas outras no decorrer da formação em artes visuais na Universidade de Brasília. No hall de exposições do 5º andar do Sesc Setor Comercial Sul. Entrada franca. Não recomendado para menores de 12 anos. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade