Publicidade

Correio Braziliense

Após quase 10 anos em coma, morre o diretor de cinema Fábio Barreto

A morte ocorreu nesta quarta-feira (20/11), no Rio de Janeiro; hospital confirmou a informação ao Correio


postado em 20/11/2019 21:54 / atualizado em 20/11/2019 23:01

(foto: Fábio Rodrigues Pozzebom / ABr)
(foto: Fábio Rodrigues Pozzebom / ABr)
O cineasta Fábio Barreto morreu nesta quarta-feira (20/11) aos 62 anos, no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro. Ele estava internado no local desde o fim de 2009, após um acidente de carro. O hospital confirmou a informação ao Correio.

Barreto iniciou a carreira no cinema ainda em 1977. No currículo, o cieneasta tinha grandes obras do audiovisual nacional, como o filme O quatrilho (1995), produção que foi indicada ao Oscar de melhor filme estrangeiro. Entre outros trabalhos, Barreto assinou o filme Lula, o filho do Brasil (2009), a série Donas de casa desesperadas, da emissora paulista Rede TV! (2007) e um episódio de Você decide,na Rede Globo (1998).

A atriz Patricia Pillar, que trabalhou com Barreto n'O quatrilho, lamentou a morte pelas redes sociais: "Muito triste... Fábio foi um grande companheiro e diretor talentoso e delicado em O Quatrilho, filme que tive o grande prazer em fazer e que foi candidato ao Oscar de Melhor filme estrangeiro. Todo meu carinho à família".
 
 

O hospital não informou as causas específicas da morte. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade