Publicidade

Correio Braziliense

'Björk digital' chega a Brasília com conteúdos inéditos; saiba mais

A exposição 'Björk digital' abriu nesta terça-feira (3/12) para visitação do público e seguirá em cartaz até 9 de fevereiro


postado em 03/12/2019 18:17 / atualizado em 03/12/2019 18:26

Exposição tem clipes de Björk em realidade virtual(foto: Andrew Thomas Huang/Divulgacao)
Exposição tem clipes de Björk em realidade virtual (foto: Andrew Thomas Huang/Divulgacao)
Depois de passar por 14 cidades, a exposição Björk digital desembarcou em Brasília para um período em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). A mostra chegou a cidade com duas novidades. A primeira delas foi anunciada na noite de segunda-feira (2/12), quando a exposição teve uma abertura para convidados com a presença de Paul Clay, produtor da exposição, e Chiara Micheletto, manager de Björk. 

No mesmo dia, para celebrar a chegada em Brasília, Björk publicou em suas redes sociais o lançamento de um filtro no Instagram. Intitulado Medusa, ele veste o usuário com uma das famosas máscaras usadas pela artista no videoclipe de Notget, canção do álbum Vulnicura )— disco que inspirou a Björk digital —, que foi projetada por James Merry, colaborador criativo da islandesa e também um dos envolvidos no projeto Björk digital.

O público brasiliense tem acesso à máscara durante a visita no CCBB. Antes da entrada nas galerias, ainda no hall, há um painel que explica o conteúdo e tem um QR Code, que leva o espectador automaticamente até o filtro no Instagram. De acordo com Chiara Micheletto, até a tarde de quarta-feira (3/12), o filtro já havia sido baixado por milhares de pessoas.

A outra novidade na versão brasiliense de Björk digital é a inclusão de dois clipes do novo trabalho artista, o disco Utopia: Tabula rasa e Losss. Os vídeos foram integrados nas mais de duas horas de exibição de videoclipes da cantora, que fazem parte do encerramento da mostra, na galeria 2 do CCBB.

Confira abaixo os posts de Björk e James Merry no Instagram sobre a máscara Medusa
 
 
 
Assista aos vídeos de Losss e Tabula rasa  
 
 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade