Publicidade

Correio Braziliense

Dilsinho e Léo Santana apresentam novos EPs antecipando próximos DVDs

Ao Correio, os cantores falaram sobre os novos projetos


postado em 11/12/2019 09:07 / atualizado em 11/12/2019 09:38

Dilsinho divulgou 'Quarto e sala', que tem canções do próximo álbum(foto: Sony Music/Reprodução)
Dilsinho divulgou 'Quarto e sala', que tem canções do próximo álbum (foto: Sony Music/Reprodução)

Os cantores Léo Santana e Dilsinho vivem um momento na carreira no qual dão o pontapé para os novos projetos. O pagodeiro, dono de hits como Péssimo negócio, resolveu divulgar antecipadamente nove músicas que integrarão o próximo DVD a ser gravado no dia 19, no Recife, com o lançamento do EP Quarto e sala. Já Léo Santana aproveitou o segundo semestre para divulgar a primeira parte do DVD Levada do Gigante, gravado este ano em São Paulo e que será lançado integralmente até 2020.

Num ano em que teve maior projeção com o EP e depois o DVD Terra do nunca (Ao vivo), Dilsinho quis compartilhar com os fãs parte do novo repertório que integrará o próximo DVD. As nove músicas mostram um lado mais pop, porém, com a mesma pegada romântica que consagrou o artista no último ano. “Escolher músicas novas é sempre muito difícil, porque a gente tem a responsabilidade dos outros sucessos, das músicas que as pessoas já se identificaram. Mas também é um desafio muito legal para quem é músico e vive de música”, explica, em entrevista ao Correio.

Das nove faixas, Onze e pouquinho já figura entre as mais tocadas ao lado de outros sucessos do artista, como Pouco a pouco, 50 vezes, Péssimo negócio e Refém, de trabalhos anteriores. “Acho que, com esse turbilhão de informações que a gente vive hoje, conseguir tocar o coração das pessoas é muito legal. É o objetivo que tenho na minha vida. Estou tendo um feedback incrível dessas músicas, em todos os lugares que a gente vai. Estou muito feliz com a escolha desse repertório”, afirma.

Apesar de parte do repertório ter sido revelado por Dilsinho, o artista garante que o público conhecerá um novo lado dele no DVD do Recife, que foi batizado de Open house. “É diferente de tudo o que eu já fiz, de tudo que já vivi. Sou um cara que sempre me proponho a fazer coisas novas, tentar coisas diferentes, me superar. Tenho essa necessidade como profissional. Vejo isso e gosto de proporcionar coisas novas para o público. Esse DVD vai ser muito louco. A gente está trazendo uma nova sensação, as músicas um pouco mais agitadas. A galera vai ver um Dilsinho falando de amor com um pouco mais de suingue”, garante.

A gravação do DVD serve para coroar um 2019 perfeito, em que Dilsinho atingiu um patamar nacional, sendo coroado com o Prêmio Multishow de Melhor cantor, além de concorrer na mesma categoria no Prêmio Melhores do Ano do Domingão do Faustão. “É um ano para não se esquecer na minha vida, na minha carreira. Se puder repetir a dose em 2020, já estou muito feliz”, avalia. O material tem previsão de lançamento para o próximo ano, quando Dilsinho vai rodar o país com a turnê do álbum e promete, quem sabe, gravar outro DVD, dessa vez, em Brasília. Ele retorna à capital federal em 22 de fevereiro para show no Carnaval no Parque.

Léo Santana lançou a primeira parte do DVD 'Levada do Gigante'(foto: Time Eventos/Verri e Verri/Divulgação)
Léo Santana lançou a primeira parte do DVD 'Levada do Gigante' (foto: Time Eventos/Verri e Verri/Divulgação)

Preparação para 2020


Em agosto deste ano, Léo Santana escolheu São Paulo como cenário do próximo DVD. Apenas três meses depois da gravação, o baiano lançou a primeira parte no EP Levada do Gigante (Ao vivo). O material é composto por nove faixas, entre elas, o hit Contatinho, música entre as mais tocadas do Brasil, gravada em parceria com a funkeira Anitta.

“A ideia era fazer com que as canções dessa primeira parte fossem mais a cara do verão, do carnaval. Claro que inclui um sertanejo (fazendo referência a Crise de saudade, terceira do EP), que é o carro-chefe dessa primeira parte (do DVD)”, conta. Além disso, o álbum traz a grande aposta do artista: Contatinho, canção do estilo em ascensão no país, o brega-funk. “Modéstia à parte, essa música é uma realidade no Brasil. Fico feliz demais. Foi a primeira desse DVD, depois lançada em conjunto com oito canções que têm a cara do verão, tem a minha característica da dança, de ser música para cima. Essa foi a minha estratégia”, revela.

A segunda parte do DVD é definida por Léo Santana como “mais light”. Até por isso, só chega ao mercado após o carnaval. “É um som para viajar”, define. Ontem, GG, como é conhecido o artista, lançou mais uma faixa, Eu não vivo sem ela, música que será a aposta para o verão e o carnaval de 2020. “Vocês vão se amarrar. Tenho certeza”, completa.

Recém-saído de Brasília, Léo Santana trouxe, em dezembro, mais uma edição do tradicional Baile da Santinha, e já tem retorno confirmado em 2020 em duas oportunidades. Primeiramente no festival VIVA, em 9 de fevereiro, e depois com o projeto Encontro, em que sobe ao palco ao lado de duas bandas de pagode baiano: Harmonia do Samba, comandada por Xanddy, e Parangolé, seu ex-grupo, agora com Tony Salles nos vocais. “É um projeto que a gente fez em Salvador, com as três bandas juntas em um só palco. Temos um público muito grande em Brasília. Tenho certeza que será uma explosão”, diz.

Quarto e sala
De Dilsinho. Sony Music, 9 faixas. Disponível nas plataformas digitais.

Levada do gigante (Ao vivo)
De Léo Santana. Universal Music, 9 faixas. Disponível nas plataformas digitais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade