Publicidade

Correio Braziliense

Baco Exu do Blues e Cynthia Luz animam sábado na capital

Os rappers se apresentaram no festival Pavilhão Luz


postado em 15/12/2019 10:52

(foto: Geovana Melo/CB/D.A Press)
(foto: Geovana Melo/CB/D.A Press)
Na madrugada do último sábado (14/12), os rappers Cynthia Luz e Baco Exu do Blues animaram o porão do Estádio Nacional Mané Garrincha, no festival Pavilhão Luz. Na reta final do evento, a noite foi dedicada ao rap.

Finalizando o último show do ano no festival Pavilhão Luz, o rapper Baco Exu do Blues era headliner da noite. Entrando pontualmente no palco, às 2h30, o cantor abriu a apresentação com a faixa inicial do último álbum, Bluesman. Na ocasião, o rapper passeou pelo repertório dos discos Esú e Bluesman.

“Com a turnê de Bluesman, eu passei a fazer shows em lugares muito elitizamos, com a maioria do público branco. Então, como informação eu sempre passo um lembrete para essas pessoas: 'Entenda o bagulho! A partir de agora, se você é um fã branco meu e se ofender com qualquer palavra que eu falar, vocês estão ouvindo o Baco Exu do Blues errado'”, pontuou Baco no show e, em seguida, cantou uma rima que fazia analogia aos tempos de ditadura.

A cantora Cynthia Luz foi a primeira a subir no palco, por voltar de 1h. Passeando pelas faixas do álbum Efeito violeta, o público se emocionou quando a cantora cantou Olhares

Na ocasião, a rapper lembrou a importância das mulheres na música: “Todas aquelas meninas que vieram antes e não puderam estar aqui, a gente está agradecendo isso e tudo que elas fizeram para a gente está aqui”. 

Em seguida, Cynthia Luz gritou “salve Cássia Eller” e embalou o público com a faixa Malandragem.

Após os shows, a pista de dança do complexo foi embalada pelos beats do DJ Chicco Aquino e LM.

*Estagiária sob supervisão de Adriana Izel

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade