Publicidade

Correio Braziliense

Aos 92 anos, morre o artista plástico Francisco Brennand

Conhecido como Mestre dos Sonhos, Brennand aprendeu a modelar a argila com o artista Abelardo da Hora, marcando a arte pernambucana


postado em 19/12/2019 12:42 / atualizado em 19/12/2019 16:31

O artista plástico sofria de pneumonia e estava internado no Hospital Português(foto: Mariola Filmes/Divulgação)
O artista plástico sofria de pneumonia e estava internado no Hospital Português (foto: Mariola Filmes/Divulgação)
Morreu, na manhã desta quinta-feira (19/12), o artista plástico Francisco Brennand. Ele estava internado no Real Hospital Português havia 10 dias após ser diagnosticado com um quadro grave de pneumonia. A informação foi confirmada por um amigo do artista.

O corpo do artista será velado a partir das 16h na Capela Imaculada Conceição, na Oficina de Cerâmica Francisco Brennand, no bairro da Várzea. A cerimônia será aberta ao público. A cremação será realizada nesta sexta (20/12), no Cemitério Morada da Paz, em Paulista.


Francisco de Paula Coimbra de Almeida Brennand iniciou a sua formação artística em 1942, aprendendo a modelar com Abelardo da Hora (1924). Em seguida, recebeu influências de pintura de Álvaro Amorim e Murilo Lagreca. Em seus quadros, estão presentes flores e frutos que parecem flutuar no espaço, explorando o uso de linhas simplificadas e cores puras. O gosto pela cerâmica foi incentivado por obras de Pablo Picasso, Joán Miró e Léger que teve contato durante uma estada em Paris.   

Ceramista, escultor, desenhista, pintor, tapeceiro, ilustrador e gravador, Brennand iniciou a restauração da Oficina de Cerâmica Francisco Brennand, no Bairro da Várzea, na zona Oeste do Recife, ainda em 1971, quando transformou a velha olaria, propriedade do pai, em ateliê. No local, estão expostos permanentemente objetos cerâmicos, painéis e esculturas.

NOTA DO REAL HOSPITAL PORTUGUÊS

Francisco de Paula Coimbra de Almeida Brennand, 92 anos, faleceu nesta quinta-feira (19/12), por volta das 11h, em decorrência de complicações de uma infecção respiratória. Ele estava internado no Real Hospital Português há 10 dias. Velório será realizado na Capela Imaculada Conceição, na Oficina Cerâmica Francisco Brennand.

Francisco de Paula Coimbra de Almeida Brennand iniciou a sua formação arstítica em 1942, aprendendo a modelar com Abelardo da Hora (1924). Em seguida, recebeu influências de pintura de Álvaro Amorim e Murilo Lagreca. Ceramista, escultor, desenhista, pintor, tapeceiro, ilustrador e gravador, Brennand iniciou a restauração da Oficina de Cerâmica Francisco Brennand, no Bairro da Várzea, ainda em 1971, quando transformou a velha olaria, propriedade do pai, em ateliê. No local, ele expõe permanentemente objetos cerâmicos, painéis e esculturas.

Ver galeria . 6 Fotos Conhecido como Mestre dos Sonhos, Brennand aprendeu a modelar a argila com o artista Abelardo da Hora, marcando a arte pernambucanaArquivo Pessoal
Conhecido como Mestre dos Sonhos, Brennand aprendeu a modelar a argila com o artista Abelardo da Hora, marcando a arte pernambucana (foto: Arquivo Pessoal )



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade