Publicidade

Correio Braziliense

''1917'', de Sam Mendes, vence o prêmio dos diretores de Hollywood

Reconhecimento tradicionalmente anuncia sucesso no Oscar


postado em 26/01/2020 11:21 / atualizado em 26/01/2020 13:42

(foto: Frazer Harrison / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)
(foto: Frazer Harrison / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)
O filme 1917, de Sam Mendes, ganhou no sábado (25) o prêmio dos diretores de Hollywood (DGA Awards), um reconhecimento que tradicionalmente anuncia sucesso no Oscar. 

 

O prêmio coloca Mendes entre os favoritos para ganhar a estatueta de melhor diretor no Oscar, que será entregue em 9 de fevereiro.

 

O filme, que acompanha dois soldados britânicos em missão durante a Primeira Guerra Mundial, já ganhou o Globo de Ouro de melhor drama e tem 10 indicações ao Oscar, incluindo de melhor filme.

 

Mendes, que já havia recebido um prêmio DGA há mais de 20 anos por "Beleza Americana", dedicou o prêmio a seu avô, cuja vida inspirou o filme. 

 

"Para todos aqueles que querem jogar terra no túmulo do cinema, eu digo: não tão rápido", disse Mendes, destacando o trabalho de outros diretores indicados, Martin Scorsese ("O Irlandês"), Quentin Tarantino ("Era Uma vez em Hollywood"), Bong Joon-ho ("Parasitas") e Taika Waititi ("Jojo Rabbit").  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade