Publicidade

Correio Braziliense

Há quase 20 anos, Claudia Leitte revela ao país a força do axé

Claudia Leitte se aproxima das duas décadas em atividade conciliando a carreira musical, projetos artísticos e o tempo para se dedicar aos filhos


postado em 28/01/2020 06:48

Claudia Leitte compõe a equipe de técnicos da quinta edição do The Voice Kids ao lado de Carlinhos Brown e Simone & Simaria(foto: Danielo Borges/ Divulgação)
Claudia Leitte compõe a equipe de técnicos da quinta edição do The Voice Kids ao lado de Carlinhos Brown e Simone & Simaria (foto: Danielo Borges/ Divulgação)

 

Conhecida por toda a trajetória artística que construiu desde o início da carreira como vocalista da banda Babado Novo, a cantora Claudia Leitte é um dos nomes importantes do carnaval brasileiro. Sempre que um novo ano se inicia, os foliões ficam empolgados à espera de novidades musicais da cantora. E, neste ano, não poderia ser diferente. A expectativa foi correspondida com o lançamento de um novo projeto. 

 

Trata-se de Bandera move, o quinto álbum de estúdio da cantora. Com certa sutileza, mas muita força, o disco é a iniciação musical de Claudia Leitte para o ano de 2020. Seguindo um novo conceito de produção dos artistas, ela dividiu o lançamento do novo trabalho em partes. “Quero que meu público tenha a oportunidade de saborear todas as canções, por isso decidimos lançar em partes. Para esse primeiro momento, selecionei algumas das faixas dançantes, com a cara do verão”, explica.

 

Dentro do conceito de verão explicitado pela cantora está o single Perigosinha, nova música de trabalho. Conduzida com muita animação, a composição que contou com a assinatura de Claudia Leitte, traz o batuque do olodum com influências eletrônicas. “Ela tem uma força incrível, é bem especial para mim e os fãs estão amando. Com certeza, tocará no meu carnaval!”, revela a cantora. O novo álbum, com quatro singles, conta também com uma diversidade de impressionar. A cantora se desdobra em outros dois idiomas para além do português – apresentado em Perigosinha.

 

 

 

Nas músicas Bandera (em inglês) e Fin de semana (em espanhol, com a participação de Messiah & D’bonj), Claudia explora a questão linguística, que não é uma novidade na carreira. “É muito gratificante. Eu já tinha cantado em outros idiomas, mas dessa vez pude unir tudo em um álbum especial. O objetivo é de me comunicar com qualquer pessoa através da música, independente da nacionalidade.”

 

O quarto single presente no trabalho é Let’s go. Apesar do nome em inglês, a música é cantada em português, em um ritmo contagiante, dançante e de letra fácil. Ao lado do amigo e músico Carlinhos Brown, que foi praticamente um padrinho para Claudia Leitte, ela reitera a intenção de disseminar o amor, a positividade e a alegria nas canções. “Brown foi uma das primeiras pessoas a apostarem em mim no cenário da música baiana. Sempre participou da minha carreira me dando músicas ou mesmo em colaborações. Brown é meu grande amigo. Amo muito ele”, lembra. 

 

Pensado com cuidado pela cantora e equipe de produção — e lançado após um hiato de quatro anos sem álbuns oficiais, Bandera move confirma que, além de uma cantora do axé e do carnaval, Claudia se afirma como uma artista plural, de vários estilos e ritmos. “Eu sempre cantei músicas de todos os gêneros, gosto de cantar todos os ritmos. O axé me deu essa possibilidade, essa base. Nos trios, eu sempre cantei de tudo mesmo. Espero que o público fique tão feliz quanto eu ao escutar o novo álbum. ”

 

Mais trabalho

 

Com o tradicional bloco de rua Largadinho, que circula pelo circuito Barra-Ondina em Salvador (BA), Claudia Leitte move multidões atrás do trio elétrico. Neste ano, pela primeira vez, a cantora levará toda a animação para o carnaval do Rio de Janeiro e está com a expectativa alta para a folia no geral. “Em 2019 eu fiz o carnaval grávida de quase cinco meses e cantei todos os dias. Agora, os preparativos já estão a todo vapor. Ainda não posso contar muito o que vem por aí. Mas eu quero que em 2020 o carnaval seja de muita diversão, dança, música, amor e de muito respeito as mulheres”, pontua. 

 

Apesar de estar acostumada com a sensação de subir nos trios para cantar em meio a multidão há mais de 10 anos, a cantora revela que é sempre um sentimento diferente estar nesta posição, como o centro das atenções. “É sempre como se fosse a primeira vez e daí rola aquele friozinho na barriga antes de subir no trio. Mas é um friozinho do bem, de quem preparou um trabalho com muito cuidado e amor para o meu público.”

 

Além dos preparativos para o carnaval, Claudia Leitte também ocupa o pouco tempo disponível que tem com as gravações do programa The Voice Kids, que está na quinta temporada. O reality, que tem como principal função revelar artistas mirins (participantes de 9 a 15 anos), conta com a cantora como técnica-especialista. No programa, ela exerce a função de tutora dos integrantes que a escolhem. A cantora falou sobre a temporada que está em curso: “Será uma edição muito especial. Tenho certeza de que vou ser surpreendida e me emocionarei novamente com a performance e história de cada participante. Não vejo a hora de tudo isso começar.”


Família

 

Casada desde 2007 com Marcio Pedreira, com quem tem três filhos (Davi, Rafael e Bela), a cantora gosta de aproveitar as horas vagas para se dedicar à familia em momentos de lazer e descontração. Morando em Los Angeles (Estados Unidos) desde 2015, Claudia Leitte se desdobra para atender os compromissos da carreira, mesmo com o recente nascimento de Bela (em agosto de 2019). “Não deixei minha carreira de lado, inclusive, dois dias antes de Bela nascer eu estava em estúdio gravando meu álbum. Minha família é a coisa mais importante que tenho e consigo conciliar meu trabalho e minha família graças ao apoio que sempre tive de minha mãe, meu marido e todos ao meu redor.”

 

Repertório

Bandera

Fin de semana (com Messiah & D'banj)

Let's go (com Carlinhos Brown)

Perigosinha

 

Sucessos de Claudia Leitte

Bola de sabão (2005)

Exttravasa (2008)

Largadinho (2012)

We are one (Ole Ola) (2014)

Corazón (2015)

Baldin de gelo (2017) 

 

*Estagiário sob a supervisão de Severino Francisco.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade