Diversão e Arte

Dicas de português

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 26/02/2020 04:07

A quaresma da língua

Quaresma? São os 40 dias que vão da quarta-feira

de cinzas até a sexta-feira da Paixão. Para católicos e ortodoxos, o período se destina a penitências. A pessoa faz jejum, priva-se de carne e renuncia a prazeres. No 1; dia da provação, os fiéis vão à igreja. Lá, recebem cinza sobre a cabeça. O padre, então, lhes diz: ;;Lembra-te, homem, que és pó e ao pó retornarás;;. Lembra-te também: quaresma se escreve-se com a inicial minúscula.

Roxo, pra que te quero?

As cores dão recados. O branco simboliza a paz. O verde, a esperança. O amarelo, o desespero. E o roxo? Uma das cores litúrgicas na igreja católica, tem a vez no período da quaresma ou nas missas pelos mortos. Para os católicos, a cor que veste os paramentos dos sacerdotes e a decoração das igrejas tem o significado de melancolia e penitência.

Mudez

As letras têm a própria quaresma. Como os religiosos, submetem-se a sacrifícios. As ortodoxas chegam ao extremo. Emudecem. Escrevem-se, mas não se pronunciam. Chamam-se dígrafos. O nome diz tudo. São duas letras, mas um som. Velha, por exemplo, tem cinco letras. Mas quatro fonemas (sons). O lh tem companheiros: ch (chefe), nh (tamanho), sc (consciente), sç (nasça), xc (exceto), rr (acarretar), ss (processo), qu (fraqueza), gu (alguém).

Rebelião

Na língua como na vida, há os dissidentes. ;Xô, fundamentalismo;, dizem eles. ;Nós queremos falar.; Resultado: nem sempre qu, gu, sc, xc formam dígrafos. O grupo, então, se dissolve. Antes da reforma ortográfica, as rebeldes qu e gu eram indicadas pelo trema. Os dois pontinhos davam um recado: ali estava uma heterodoxa. Por isso o u deve ser pronunciado. O sinal se foi. Mas a insubordinação se mantém. Em frequente, tranquilo, lingueta e linguiça, o número de letras corresponde ao de fonemas.

Mesma escola

O mesmo ocorre com pescar, excluir & cia. insubmissa. Para elas, impera a lei do jogo do bicho. Vale o que está escrito. Os grupos sc e xc deixam de ser dígrafos. Entram na regra geral ; um fonema, uma letra. Em suma: ortodoxas e heterodoxas não constituem problema só da língua. A opção delas interfere na pronúncia e na separação silábica. Sobra pra nós.

Adeus, carnaval

Hoje é quarta-feira de cinzas. O dia que despede a festa momesca se escrevem assim mesmo ; com inicial pequenina.

Criança tem cada uma

Menino de 4 anos conversa com o pai:

; Pai, decidi que vou casar.; Que ótimo, você tem alguma garota em mente?; Sim; A vovó! Ela me ama, eu amo ela, ela faz comida gostosa e é a melhor contadora de histórias do mundo.; Maravilha! Só temos um pequeno problema.; Qual problema?; Por acaso ela é a minha mãe. Como você pode casar com a minha mãe?; Por que não? Você casou com a minha, ué!

Dose dupla

;DNA e digitais ligam bandidos envolvidos em megarroubos milionários;, escreveu o site do jornal. Leitores ficaram com a pulga atrás da orelha. Por que rr? Por questão de pronúncia. Com um r, a pronúncia muda. Compare caro e carro. A dobradinha tem uma única função ; respeitar o jeitinho de dizer. A mesma regra vale para o ss: minissaia, multissistema, macrossolução.

Leitor pergunta

O caderno Cultura do jornal publicou matéria sobre um livro. Mesmo colocando o nome da obra em itálico, a frase ficou confusa: ;Isabela Freitas lança o quarto volume da série que ela pretende escrever sobre relacionamentos afetivos. Não se humilha, não vendeu 10 mil exemplares antes de chegar às livrarias há duas semanas;. Concorda?

João Baptista dos Santos, BH

Os jornais têm manuais de redação. Eles orientam os repórteres sobre o emprego de aspas, itálico, negrito, maiúsculas e minúsculas. No caso, o nome do livro seguiu a indicação do periódico. Uma leitura rápida pode confundir. O advérbio não deixa de fazer parte do título e passa a acompanhar o verbo fazer. Ops! Pior a emenda que o soneto. A vírgula separará o sujeito do verbo. É frasecídio.

Recado

;Onde se queimam livros acaba-se por queimar gente.;

Heine

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação