Diversão e Arte

Tantas palavras

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 29/02/2020 04:08
Enfurecido amor

Na noite fria

sem estrelas

salpicadas de murmúrios


Convoquei pássaros noturnos

para um manjar dos deuses


Chegavam trajando pérolas azuladas

nascidas dos ventres

das almas embevecidas e

Cascalhos reluzentes


aladas por sentimento

impuros salpicados de espessa ternura


Foram abatidos pelas pedras movidas

por demônios enfurecidos

Inconformados pela depredação do amor.

Vicente Limongi Netto

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação