Publicidade

Correio Braziliense

Morre, aos 98 anos, sambista Riachão, autor de 'Cada macaco no seu galho'

Ícone do samba da Bahia, Riachão morreu durante a madrugada enquanto dormia em sua casa


postado em 30/03/2020 13:33 / atualizado em 30/03/2020 15:52

(foto: Alisson Louback/Divulgação)
(foto: Alisson Louback/Divulgação)
cantor e compositor Riachão morreu nesta segunda-feira (30/3) aos 98 anos. Ícone do samba da Bahia, o sambista morreu durante a madrugada enquanto dormia em sua casa, no bairro do Garcia, em Salvador, capital do Estado.
 
Clementino Rodrigues, nome de batismo, estava ao lado de compositores do samba como Batatinha, Ederaldo Gentil e Nelson Rufino. Riachão é autor de Cada macaco no seu galho, regravada por Gilberto Gil e Vá morar com o diabo, também interpretada por Cássia Eller.

 
Confira: 

 

 

 

 

A notícia da morte do sambista gerou uma onda de homenagens e mensagens saudosas de artistas, cantores e da torcida do Esporte Clube Bahia. 

 

Confira:

 

 

 

 

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade