Diversão e Arte

Estrela do jazz, Wallace Roney, morre por complicações do novo coronavírus

Trompetista tinha 59 anos e deixa vários álbuns como legado

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 01/04/2020 10:45
 (foto: Silvio Tanaka/Divulgação)
(foto: Silvio Tanaka/Divulgação)
Wallace Roney
Ícone do jazz e discípulo de Miles Davis, considerado um dos mais influentes músicos do século 20, o trompetista Wallace Roney morreu, nesta terça-feira (31/3), aos 59 anos, devido à complicações do novo coronavírus. A morte do artista foi confirmada após várias postagens no Facebook do músico.

Wallace foi o único aluno de Miles Davis, entre 1985 e 1991, quando a lenda do jazz morreu. Como legado, o trompetista deixá vários álbuns, como Mystikal, Jazz, A place in time e Blue Dawn - Blue Nights.

[SAIBAMAIS]A Covid-19 foi fatal para diversos grandes artistas nesta semana. Além do maestro Martinho Lutero, a maestrina Naomi Munakata, o ator Mark Blum, o dramaturgo americano Terrence McNally e o saxofonista Manu Dibango faleceram em decorrência de complicações do novo coronavírus.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação