Diversão e Arte

Biblioteca Nacional de Brasília realiza campanha para estimular leitura

A campanha vem estimulada por uma nova identidade visual e pela comunicação interativa na internet

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 03/04/2020 10:40
A campanha vem estimulada por uma nova identidade visual e pela comunicação interativa na internet
A Biblioteca Nacional de Brasília (BNB) lança o projeto O que você está lendo?, em 4 de abril, com a intenção de estimular o hábito da leitura entre os brasileiros. O compartilhamento de dicas de livros é o essencial para que o projeto funcione, assim como a participação dos cidadãos do Distrito Federal com contribuições e indicações de leituras. No lançamento, o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues, será o primeiro a indicar uma leitura.

A estratégia busca aproximar as pessoas, virtualmente, de atividades culturais durante o isolamento social por conta do novo coronavírus. Estudos realizados pelos servidores da biblioteca demonstram que a internet é um dos canais essenciais para trazer arte e lazer para casa, auxiliando na manutenção da saúde mental da população.

A diretora da Biblioteca Nacional de Brasília, Sharlene Araújo, celebra a iniciativa de tornar a população protagonista do projeto. "Mudar a abordagem no conteúdo nos coloca numa posição de instituição que pode informar o cidadão não somente com eventos que promovemos, mas também com informações importantes que permeiam nossas atividades de fomentadores da leitura, como forma de transformar a vida as pessoas.;

[SAIBAMAIS]As redes sociais da BNB se adaptaram e ampliaram a interação com usuários e seguidores no Instagram e no Facebook, com publicações diárias de conteúdos diversos que incluem dados estatísticos e curiosidades que conscientizam o leitor. A tecnologia, presente diretamente no projeto O que você está lendo?, também é uma realidade nas bibliotecas públicas do país, que ganham formas de consumo digital em smartphones, livros e audiolivros.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação