Publicidade

Correio Braziliense

Ator Ezra Miller, intérprete de Flash, aparece enforcando mulher em vídeo

Segundo a pessoa que publicou o vídeo, a agressão teria ocorrido após uma fã brincar dizendo que conseguiria vencê-lo numa luta


postado em 06/04/2020 16:32

(foto: Robyn Beck/AFP)
(foto: Robyn Beck/AFP)
Ezra Miller, intérprete de Flash na Liga da Justiça, surpreendeu os fãs de todo o mundo no domingo (5/4), após aparecer num vídeo no qual agride uma mulher em Reykjavik, capital da Islândia.

Segundo a pessoa que postou a gravação no Twitter, Miller estava conversando com a jovem sobre uma cicatriz que ganhou durante uma cena de ação. Ela, então, brincou dizendo que conseguiria vencê-lo numa luta, mas o que não imaginava era que o ator levaria a brincadeira a sério.

Após a provocação bem-humorada, Miller perguntou em tom rude, enquanto a jovem sorria: "Você quer brigar?". Em seguida, ele a agarrou pelo pescoço e a jogou no chão repetindo a pergunta. Após a agressão, disse: "aprenda". O vídeo foi assistido por mais de 3,6 milhões de internautas na rede social. Veja:
 
 

Ezra Miller alegou pelos stories do Instagram nesta segunda-feira (6/4), que a cena foi tirada de contexto, mas até o momento desta publicação não deu detalhes.

Uma jovem islandesa não identificada contou pelo Twitter que a violência de Ezra Miller não ´foi momentânea. Segundo ela, o ator é amigo de seus amigos e presenciou cenas de arrogância por parte dele durante uma confraternização,

"Ele simplesmente taca o f*** para todo mundo. Eu não sabia quem ele era quando o encontrei e ele foi muito arrogante. Quase me insultou por eu não saber quem ele era. Mais tarde, meu namorado e alguns amigos mostraram para o Ezra um clipe de música que fizeram, e ele gostou. Então meu namorado disse que ele poderia fazer um vídeo ou alguma arte [para apoiá-lo]. Aí ele [Ezra] disse: 'Não, eu vou pegar sua ideia e fazer meu próprio vídeo. Eu tenho seguidores, você não'", relatou.

A jovem revelou ainda que, segundo conhecidos, ele já foi rude com o anfitrião de uma balada na Islândia ao se recusar a ir embora de manhã, quando a festa tinha acabado. "Ele estava gritando com os organizadores em um dos mais amados bares de Reykjavik. Ele não é mais bem vindo lá".

Ezra Miller não comentou as acusações até o momento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade