Diversão e Arte

Dia do Café: Saiba como conseguir tomar um bom café em casa

O Correio dá dicas de como fazer um bom café e faz a lista de estabelecimentos que entregam a bebida diretamente em casa

Pedro Ibarra*
postado em 14/04/2020 14:00
xícara de café
O café está na mesa do brasileiro e faz parte do imaginário do povo. O grão, inclusive, já foi a principal commodity a movimentar a economia do país. Num passado recente, o café tomou um caráter mais refinado e o mercado passou por uma movimentação forte do crescimento do que atualmente é chamado de café especial.

;A história do café especial é relativamente recente começou para valer há 20 ou 30 anos;, afirma João Pedro Freitas, mestre de torra da torrefação colaborativa Batelada e um dos cofundadores da AHA! Torrefação e loja de cafés. ;A iniciativa do café especial surgiu de uma forte onda de agregação de valor a produtos. Assim como aconteceu com a cerveja e o chocolate, pessoas passaram a classificar positivamente o café e buscar uma maior experiência sensorial na bebida;, completa o especialista.

João Pedro Freitas, mestre de torra da torrefação colaborativa Batelada e um dos cofundadores da AHA! Torrefação e loja de cafésEm Brasília, o processo não foi diferente, o café especial conquistou o próprio espaço. Conforme o interesse do público foi aumentando, mais cafeterias abriram pela cidade e atualmente formaram um mercado bastante consolidado no comércio da capital. ;O público de Brasília exige qualidade alta nos produtos e um mercado de consumo diferenciado;, pontua Maria Tereza Moulaz, cofundadora do Mercado do Café e estudiosa do comércio de café especial no Brasil. ;A grande questão da cidade é que só sobrevivem aqueles cafés que se especializam e tem bons profissionais que entregam bons cafés, não é quantidade, é qualidade.;, explica a barista.

O poder que o movimento do café especial tem depende do consumo dos brasilienses. ;O mercado não possui um concorrente direto, pois cada café traz sua unidade e os consumidores frequentam mais de um;, diz o criador da Batelada. ;É consumir local. Você conhece a pessoa, sabe o que faz e confia na qualidade do produto;, conta a cofundadora do Mercado do Café.

Com a pandemia e o comércio fechado, os empreendedores da área estão buscando novas alternativas para manter os negócios vivos e levar café para os consumidores. ;O grande desafio é pivotar o consumo das cafeterias para as casas, é se adaptar a essas mudança de hábitos de consumo;, afirma o mestre de torra. ;É hora de tirar todas aquelas ideias que você deixou para lá do papel e se inovar;, fala Maria Tereza sobre o momento do comércio atual.

Receita simples para um bom café em casa por João Pedro Freitas e Maria Tereza Moulaz

Os dois especialistas deram algumas dicas de como fazer o café em casa. Um bom início é usar água filtrada e escaldar todo material que será usado. Os filtros de café contém resíduos que afetam no sabor da bebida. Em caso de métodos que não precisam de filtros, é bom para tirar resíduos de outros cafés ou de produtos de limpeza usados na higienização.

O grão deve ser moído levando em consideração em qual meio será feito. Há diferença de tamanho de grão, caso ele seja feito em um filtro de pano, melitta, Hario V60, Prensa Francesa ou qualquer outro método. Se possível, consumir o café logo depois de ser moído, ou até moer em casa.

A temperatura da água influencia. Segundo João, em Brasília, a água ferve entre 96 e 97 graus celsius. A temperatura ideal para o café é de 93 graus, portanto o ponto de fervura é adequado para passar um bom café.

Quantidade varia dependendo do tipo de café que será usado, mas é indicado que se use de 8 a 12 gramas de pó para cada 100 ml de água para extrair uma bebida com as nuances e notas sensoriais desejadas. ;Quanto mais o consumidor vai se aprofundando no mundo do café, maiores as chances de se diminuir a quantidade de pó por 100 ml;, explica Maria Tereza sobre o aumento na percepção das sensações do café.

No mais, ;um bom café, especial e de preferência de produtores locais;, diz João como um bom início dos trabalhos..

Caminho do Café

Para tomar um bom café, é legal entender um pouco de como o café especial funciona e qual o trajeto dele até chegar ao ponto de ser consumido. Para destrinchar o caminho do café, o Correio pediu uma breve explicação de como todo o processo funciona para os especialistas entrevistados.

Maria Tereza do Mercado Café

Maria Tereza Moulaz dividiu o caminho do café em três etapas: produção, torrefação e preparo da bebida. ;A primeira parte envolve o produtor. Vai das opções de cultivo a forma como se decide colher o café. A segunda tem o mestre de torra como protagonista e envolve processos químicos para extrair o que há de melhor no café em questões sensoriais, a gente chama de ciência do café. A terceira é o momento do barista ou consumidor, por meio do preparo, acessar estas características que vão sendo lapidadas desde o início do processo;, afirma a especialista que participa das três partes do processo no Mercado do Café.

Segundo João Pedro Freitas, existem diversas variáveis que influenciam diretamente no resultado final. O mestre de torra, inclusive, dá um curso em que explica mais detalhadamente como funcionam cada uma delas chamado "Da semente à xícara". ;A região, a altitude, a predisposição do grão, tudo isso influencia as características que o café vai ter. Não é porque uma pessoa tomou determinada espécie de café uma vez e gostou, que todos os cafés desta espécie serão iguais;,pontua o estudioso que tem contato com café desde pequeno por ser de uma família de produtores.

Por mais que seja algo comum na vida do brasileiro, o café traz uma imensidão de possibilidades e de sensações quando entendido a fundo. ;O mais legal é que cada lote de café que é torrado pode ser diferente, que você pode tomar o mesmo café duas vezes e ter duas experiências, por exemplo;, diz João Pedro. Maria Tereza estudou com o barista carioca Emílio Rodrigues e lembra de uma frase do mentor. ;Dentro de uma xícara cabe um universo inteiro;.

Fique em casa

O Correio dá dicas de como fazer um bom café e faz a lista de estabelecimentos que entregam a bebida diretamente em casa

Seja fazendo o próprio café ou tomando um pronto, há um prazer no ritual do café. A memória afetiva envolvida no cheiro, no gosto e no momento em que o café está na mesa é que deve ser comemorada no Dia Mundial do Café, seja fazendo ou tomando.

Sabendo da situação do comércio de Brasília e em homenagem ao Dia Mundial do Café, o Correio separou uma lista de opções de estabelecimentos que estão disponíveis entregando a bebida ou o grão, para que o dia seja comemorado da melhor forma possível dentro de casa.

112 Café - Todos os dias da semana das 15h às 20h. Entrega via IFood ou pelo telefone: 3532-9178 e WhatsApp: 98128-6993 para Águas Claras e regiões próximas

Acervo Coffee Roasters - De terça a domingo, das 14h30 às 22h. Entrega via IFood. Pedidos via Instagram: @acervocafe podem ser feitos e retirados na loja, sob combinado prévio.

Acorde 27 - Todos os dias, das 8h às 21h. Entrega via IFood. Pedidos por mensagem no Instagram: @acorde27 para buscar na loja.

Adorável Café - Todos os dias, das 8h15 às 19h. Entrega via IFood. Pedidos pelo telefone: 3011-8527 ou WhatsApp: 99902-3050 para buscar na loja.

AHA! Cafés - Pedidos para viagem na área externa da loja na 204 norte, de segunda a sábado, de 11h às 14h. Entrega às sextas por encomenda no telefone: 99919-6999.

Antonieta Café - De segunda a sexta, das 13h às 19h. Entrega pelo IFood ou no link linktr.ee/antonietacafe.

Belini Café - De segunda a sábado, das 8h às 23h e domingos e feriados, das 8h às 22h. Entrega via IFood. Telefone e WhatsApp: 3554-9005 e 3554-9004 para entrega no Plano Piloto ou retirada na loja.

Castália - Aberta para pedidos para viagem de terça a sábado, das 10h às 19h30. Entrega por encomendas via WhatsApp entre 10h e 14h.

Café e um Chêro - De segunda a sábado, das 8h às 21h. Entrega via IFood. Pedidos pelo WhatsApp: 99827-0099 para retirada em qualquer uma das lojas.

Cafeína & Co - De terça a sexta, das 10h às 17h, sábado e domingo, de 9h às 17h. Entrega pelos telefones 98413-0733 e 98400-6202

Casinha Café - Retirada na loja, as quintas, das 10h às 12h, Entrega às sextas. Pedidos devem ser feitos até 12h da quarta-feira de cada semana via WhatsApp: 99316-5763. Apenas pedidos acima de R$ 40 tem opção de delivery.

Cantinho do Café - De segunda a sábado, das 10h às 19h. Entrega via IFood.

Cheirin Bão - Todos os dias, das 9h às 20h. Pedidos via WhatsApp: 998251-8880.

Civitá Fábrica - Todos os dias, entregas das 14h às 18h. Encomendas feitas pelo WhatsApp: 98363-0229 ou link: dire.to/civita

Coffee Hut - Terça a domingo, das 7h às 22h. Entrega ou retirada na loja via IFood. Encomenda de cestas de café da manhã pela WhatsApp:99168-8292.

Crioula Café - Segunda a sexta, das 14h às 20h e sábado, das 9h às 19h. Pedidos pelo telefone e WhatsApp: 99164-3920 para retirada na loja.

Ernesto - Todos os dias, das 7h às 22h. Entrega via IFood. Pedidos pelos telefones: 3297-9561 (Asa Sul) e 3345-4182 (Asa Norte) para retirada na loja.

Jacket Café - De Segunda a sexta, de 9h às 13h. Entrega via IFood. Pedidos pelo WhatsApp: 3543-6158 para retirada na loja.

Labecca Café - De segunda a sábado, de 12h às 19h e domingo das 12h às 16h. Entrega via IFood. Pedidos pelo telefone e WhatsApp: 99276-8153, para retirada em uma das lojas.

Los Baristas Casa de Cafés - De segunda a sexta, das 9h às 20h e sábado de 10h às 20h. Entregas via WhatsApp:99117-0196.

Mercado do Café - Entregas por encomenda nas terças, quintas e sábados. Pedidos via WhatsApp: 98189-1878

Mercearia Colaborativa - Segunda a sábado, das 10h às 18h e domingo, de 9h às 14h. Pedidos pelo WhatsApp: 99936-1616

Minimalize Café - Segunda, quinta e sexta, das 15h às 21h e sábado e domingo, daas 9h às 19h. Entrega apenas na portaria dos condomínios BLEND e Aquavillage. Pedidos feitos pelo Whatsapp: 99158-7928 podem ser retirados diretamente na loja

Mugs - De segunda a sexta, das 9h às 18h,. entrega via IFood ou Rappi.

Nazareth Café - Todos os dias, entregas entre 11h30 e 13h30. Pedidos o dia todo pelo WhatsApp: 99570-7998.

Nitrogênio Café - Segunda a sexta, de 7h às 21h, sábado e feriados de 9h às 16h. Pedidos pelo WhatsApp: 98127-4925.

Rapport Café & Bistrô - De terça a sábado, das 10h às 19h e domingo, das 10h às 15h. Pedidos pelo telefone: 3322-0259 ou WhatsApp: 99117-8409, tanto para entrega quanto para retirada na loja.

Salve Café Maravilha - Segunda a sábado, das 14h às 19h30. Retirada no balcão ou Entrega via IFood.

Seu Patrício Querido Café - De segunda a sexta, das 11h às 17h. Pedidos pelo WhatsApp: 99246-9263 para entrega ou retirada na loja

Studio Grão - Segunda a sexta, das 11h às 19h e Sábado, das 11h às 17h. Pedidos por mensagem no Instagram: @studiograo.coffee entregues em casa.

Treze Tipo Um Café - Segunda a sábado das 10h às 18h. Pedidos pelo WhatsApp: 99929-0013 para entrega ou retirada.

Vert Café - De quarta a segunda, das 12h às 22h. Entrega via IFood ou pelo WhatsApp: 99113-6424. Para retirada na loja basta ligar para o mesmo número.

Vila Zete Café - Segunda, de 14h às 21h, terça a sábado, de 8h às 21h e domingo, de 8h às 14h. Entrega via IFood. Pedidos via WhatsApp: 98418-7678 podems ser entregues penas no Noroeste ou retirados na loja.

*Estagiário sob supervisão de Adriana Izel

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação