Diversão e Arte

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta quinta (16/4)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta quinta-feira, 16 de abril, de acordo com cada signo

Oscar Quiroga
postado em 16/04/2020 01:00

Horóscopo desta quinta-feira, 16 de abril

Insulta a angústia que te insulta

Data estelar: Lua míngua em Aquário

Atravessa a malha densa de tuas ansiedades e angústias, não nasceste para a decepção, mas para ampliar teu entendimento sobre a experiência humana de vida, que não tem como ser simples, bucólica e pacífica. O ser humano que tu és há de, necessariamente, resolver dilemas difíceis, tomar decisões, afirmar resoluções e continuar em frente e para cima, lutando contra a inércia que te puxa para baixo e para a imobilidade. Tuas ansiedades e angústias, por isso, são, às avessas, os pontos de apoio para continuar tua saga entre o céu e a terra, porque se tudo estivesse às mil maravilhas e tu fosses leve o tempo inteiro, aí algo estaria completamente errado, tu terias deixado de ser humano. A leveza é imprescindível, mas não num ambiente bucólico, tua leveza há de ser a forma de insultares a angústia que te insulta.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

As pessoas ajudam, as pessoas atrapalham, às vezes as mesmas pessoas se comportam das duas formas simultaneamente, transformando num inferno a necessária organização de tarefas e responsabilidades. Mesmo assim, em frente.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

Há muito a fazer e pouco tempo para isso. Então, o que valerá neste momento será o quanto você se empenhar em agir de forma incansável, tentando recuperar o tempo perdido em dilemas e mimimis. Em frente e para cima.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Um dia a mente fica obnubilada e perdida, no dia seguinte ela funciona com lucidez maravilhosa. Essa alternância de estados mentais é normal e, no seu caso geminiano, pode acontecer de uma hora para outra no mesmo dia.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

Às vezes dá um nervoso diante das limitações que, de imediato, não poderiam ser superadas. É tudo uma questão de tempo, o que hoje é insuperável, amanhã se transforma em algo que demonstra sua força de vontade.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

Faça os ajustes pertinentes para que os relacionamentos mais significativos de sua vida continuem num bom caminho, um que promova a reciprocidade de afeto e o companheirismo da solidariedade. É ideal, é real.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

As coisas que mais dão trabalho são, também, as mais evitadas. Porém, neste momento você não tem alternativa a não ser encarar e assumir o cumprimento das tarefas mais difíceis, essas que desafiam seu talento e capacidade.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

No meio do pandemônio da pandemia também dá para se divertir e passar bem. Faça isso sem pudor, mas tendo o cuidado de que seu divertimento não seja ofensivo para ninguém, porque isso levaria outro nome.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Procure concluir o que você tiver colocado em andamento nas semanas anteriores. Faça isso antes de se aventurar a novos assuntos. Concluir significa você soltar amarras e acrescentar liberdade aos seus movimentos.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Pequenas coisas acontecem e que normalmente passam despercebidas, mas que são muito mais valiosas do que tesouros enormes encontrados no fundo do mar. Seu valor consiste em evocar sentimentos maravilhosos.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Pense na consolidação de seus interesses, porém, não durma sobre os louros. Neste tempo louco da história da civilização, nada há completamente certo ou seguro, tudo precisa ir sendo ajustado o tempo inteiro.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

Talvez sinta tensões que não têm fundamento em nada do que acontece. Talvez isso se transforme numa ponta de angústia. Porém, nada disso vai ajudar ou resolver, mas a alegria e leveza que você consiga sustentar.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Nada faça impensadamente, ou se você quiser o fazer de qualquer maneira, saiba de antemão que o mar não está para peixes, que os resultados de ações precipitadas e impulsivas tendem a trazer mais problemas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação