Publicidade

Correio Braziliense

Quarentena talks CB: Confira os convidados do terceiro bloco do projeto

No perfil oficial do jornal no Instagram, o Correio Braziliense promove uma série de entrevistas, ao vivo, com personalidades da cidade


postado em 30/04/2020 06:05 / atualizado em 30/04/2020 07:33

Em março, o Correio Braziliense começou o projeto intitulado Quarentena talks CB, uma série de lives em formato de entrevista no Instagram oficial do jornal. Ao abrir mais este canal com os leitores, o objetivo é promover um bate-papo com troca de experiências e conteúdo mais leve para amenizar o período de distanciamento social, medida adotada no combate ao novo coronavírus. 

Misturando assuntos do universo cultural com nomes conhecidos da cidade, o Quarentena talks CB recebeu o pintor Taigo Meireles, o escritor Tino Freitas, a cantora Dhi Ribeiro, a pianista Ligia Moreno, a chef Renata Carvalho, o diretor James Fensterseifer, o cantor Bruno Alpino e o Dj e produtor Bhaskar. 

Em mais um bloco do projeto, o Correio reúne uma importante geração das artes plásticas brasiliense; uma brasiliense batizada no carnaval da Bahia e uma atriz que há 25 anos integra o grupo Os Melhores do Mundo.  Desta vez, o Quarentena talks CB será de quinta-feira à segunda-feira, às 15h e às 17h, sempre no perfil oficial do jornal no Instagram (@correio.braziliense).

Conheça os convidados do terceiro bloco do Quarentena talks CB:

Ver galeria . 5 Fotos Programação terceiro bloco 'Quarentena talks CB'
Programação terceiro bloco 'Quarentena talks CB' (foto: )

 

30/4 (quinta-feira): Ralph Gehre (artista plástico): Ralph Gehre veio menino do Laro Grosso para morar em Brasília e encontrou na cidade cenário perfeito pra desenvolver sua arte. Formado em arquitetura, se tornou um dos nomes mais importantes na produção contemporânea brasiliense. Hoje, Gehre é uma referência para muitos artistas da cidade e tem no currículo dezenas de exposições. O desenho é à base de sua produção e a abstração, um tema. Este ano, Gehre é um dos indicados ao Prêmio Pipa.

1/5 (sexta-feira): Adriana Samartini (cantora): A cantora tem sangue de carnaval. Uma das principais vozes do axé brasiliense, Adriana Samartini chegou a ser batizada na capital baiana. Em Brasília, esbanja alegria por onde passa, se tornou voz permanente no BierFass, no Pontão do Lago Sul, e é madrinha do bloco carnavalesco Adocica meu Amô. No bate-papo, vai compartilhar sobre este momento na música e os cenários pós-pandemia.

4/5 (segunda-feira): Adriana Nunes (atriz e humorista): A relação com os palcos começou muito cedo, quando a brasiliense tinha 9 anos. Andarilha da capital, Adriana ganhou o mundo interpretando personagem e despertando no público o sorriso mais genuíno. Da Faculdade Dulcina surgiu o embrião do que, este ano, celebra 25 anos de companhia: é a Cia de Comédia Os Melhores do Mundo. Um grupo que saiu do Planalto Central e se tornou uma referência nacional no teatro de humor.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade