Diversão e Arte

Gabi Doti lança nesta sexta-feira o vídeo de 'Otra razón'

Em entrevista ao Correio, cantora uruguaia radicada em Brasília Gabi Doti fala sobre novo clipe, álbum e carreira

Pedro Ibarra*
Pedro Ibarra*
postado em 15/05/2020 08:00

Gabi Doti

Gabi Doti vive um nova fase da carreira. Seis anos depois de aumentar o foco na música, a cantora divulga o quarto álbum Outra razão, que, nesta sexta-feira (15/5), ganha o segundo videoclipe, agora, de Otra razón.

O clipe e a música tem como temática o mal de Alzheimer. ;Uma pessoa muito próxima minha foi diagnosticada há cinco anos;, conta a cantora. ;O clipe é a minha percepção do que acontece na mente de quem padece do mal de Alzheimer;, explica.

A música Otra razón é toda sobre o tema e tem no primeiro verso a maior representação do mal para Gabi Doti: ;Sua razão se perdeu em um lugar inabitado e ficou aí;. A artista decidiu que a música seria em espanhol -- primeira língua da cantora que é uruguaia -- para que pudesse transmitir melhor a emoção que a canção continha em si.

[VIDEO1]

Sobre as escolhas estéticas da produção, Gabi afirma que foram para representar os sentimentos de quem passa pela condição. ;De um lado aparece a Gabi cantora, do outro uma Gabi presa na própria mente, como uma pessoa tomada pelo Alzheimer;.

A outra razão

;Acabei encontrando outra razão com este disco e a intenção dele é fazer com que outras pessoas também encontrem novas perspectivas. Gostaria de conectar pessoas com outras razões;, explica Gabi Doti. O novo trabalho não é só uma mudança musical, mas o clamor para que o público que a escuta e a acompanha ;veja as coisas de uma forma diferente;.

O disco Outra razão foi feito com muita antecedência. Segundo Gabi Doti a primeira conversa sobre a produção se deu em 2018, aproximadamente dois anos antes do lançamento. A cantora se juntou com Moogie Canazio, produtor carioca radicado em Los Angeles, com quem decidiu que o álbum seria gravado nos Estados Unidos, mais precisamente na cidade que Canazio foi criado.

Sabendo como seria, Gabi sentou para compor. ;Marquei a data na minha cabeça, porque achei engraçada, comecei a compor exatamente em 1; de janeiro de 2019;, lembra. Passou de janeiro a maio criando, quando escreveu 31 canções, destas, 10 foram escolhidas.

Para acompanhar a artista foi convocada a banda, que ela mesma chama de "estelar", composta pelo guitarrista Tim Pierce, que já tocou com lendas como Michael Jackson, Roger Waters e Phill Collins; Jamie Wollam, atual baterista do Tears for Fears; e Sean Hurley, baixista das turnês do John Mayer. Todos sob a direção musical de Daniel Baker, que também gravou o piano do disco. O estúdio em que foram feitas as gravações foi o EastWest Recording, espaço que já foi usado por Frank Sinatra.

[VIDEO2]

Carreira

A música sempre permeou a vida da da Gabi, mas foi só em 2014, quando já era graduada e mestre na área da administração, que decidiu que mergulharia de cabeça na cultura. De lá para c,á foram dois álbuns de estúdio e um ao vivo além do Outra razão, lançado este ano.

Uruguaia que já vive há anos em Brasília, a cantora varia com um repertório que possui músicas cantadas em português, espanhol e inglês. ;Este disco foi diferente porque foi o primeiro que me senti 100% confortável compondo em português;, diz. A intérprete já tem o primeiro disco completo em espanhol, mas a partir do segundo já varia entre os idiomas.

O momento atual da carreira é de divulgar os novos lançamentos e colher frutos do trabalho que vem sendo feito desde 2018. A cantora esteve em uma live do Playing for Change com mais de 100 artistas no último sábado (9/5), e também pretende fazer lives próprias.

*Estagiário sob supervisão de Adriana Izel

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação