Diversão e Arte

Escapismo necessário

postado em 16/05/2020 04:15
Livro de Pedro Duarte é sci-fi brasileiro com referências da cultura pop

;A vida não pode ser só isso;. É esse pensamento que motiva Bob, o protagonista do livro Gastaria tudo com pizza, do jornalista e escritor Pedro Duarte, a criar uma ;máquina; capaz de levá-lo a outras dimensões. Cansado da vida sem graça de um homem solitário, ele passa anos se dedicando para conseguir abrir um portal com outros universos ; num conceito de multiverso comum em filmes de heróis e histórias em quadrinho. A obra começa exatamente no momento em que o personagem consegue o feito e, depois, o livro retorna no tempo para que o leitor entenda como Bob chegou até ali, numa narrativa que perpassa ainda por outros personagens Nina e Waldir, ambos também insatisfeitos com as respectivas vidas.

Gastaria tudo com pizza é o segundo livro de Pedro Duarte que, acabou sendo publicado de forma despretensiosa após o autor enviar uma carta para a editora Pipoca & Nanquim com motivos para que a obra não fosse publicada. Esse jeito engraçado e avesso foi o único modo que ele encontrou, em meio à timidez, para colocar a história nas páginas. O livro foi lançado em dezembro, mas ganhou destaque na Amazon neste ano em meio à pandemia.

Apesar de não ter sido pensando nessa perspectiva, ele consegue levar o leitor a um escapismo necessário no momento. Assim como Bob, muitos querem uma chance para ir a outra dimensão em que tudo pode ser diferente. ;É um livro sobre propósito, que questiona mais o porquê de fazermos algo do que como fazemos as coisas. E também é sobre aceitar a impermanência, de que as coisas estão fora do nosso controle total, uma leitura que leve embora qualquer outra coisa da mente;, comenta Pedro Duarte.

Além de ter uma temática que conversa com a atualidade, a obra se diferencia pelo modo engraçado e leve da narrativa, e pelo gênero, um sci-fi com referências bastante conhecidas em uma trama que se passa no Brasil. ;Gastaria tudo com pizza é bem brasileiro. Tem aquele restaurante que nunca fecha e serve de tudo, o cara chato das redes sociais, a jovem frustrada com a profissão e a politicagem, brigas de casal...;, completa.

Para chegar ao produto final, o escritor se inspirou em O guia do mochileiro das galáxias, de Douglas Adam, e as animações Futurama e Rick and Morty, além de obras como O apanhador no campo de centeio, de J.D. Salinger, e As viagens de Gulliver, de Jonathan Swift. Todas ajudaram na busca pela acidez, sátira social, humor non sense, e até as mensagens mais aprofundadas sobre o tempo, por exemplo.

;O projeto gráfico dialoga bem com a escrita, é arejado, cheio de elementos incríveis, colagens que misturam uma xícara ao cosmos, por exemplo. E cada abertura de capítulo é uma atração à parte. A capa, a lombada e quarta capa brilham no escuro!”, afirma fazendo referência ao trabalho da designer e ilustradora Giovanna Cinelli.



Gastaria tudo com pizza
De Pedro Duarte. Pipoca & Nanquim, 224 páginas. Preço médio: R$ 49,90.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação