Publicidade

Correio Braziliense

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para este sábado (23/5)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar este sábado, 23 de maio, de acordo com cada signo


postado em 23/05/2020 01:00

Horóscopo deste sábado, 23 de maio(foto: Stan Honda/AFP; CB )
Horóscopo deste sábado, 23 de maio (foto: Stan Honda/AFP; CB )

Ambiguidade não é defeito

Data estelar: Lua Nova em Gêmeos em conjunção a Vênus

 

A ambiguidade não é um defeito de fábrica que deva ser combatido o tempo inteiro, mas tampouco é uma condição na qual devas te acomodar, sem nunca a resolver. A ambiguidade é um efeito colateral da percepção humana, que se equilibra na corda bamba de dois mundos, o subjetivo e o objetivo. Além disso, a percepção humana reconhece, mesmo que inconscientemente, que há assuntos além de sua capacidade de escolher, os quais chama de destino, mas, ao mesmo tempo, possui uma margem de manobra, dentro da qual se exercita na arte de escolher. E, mais ainda, as incertezas serão sempre muito maiores e mais vigorosas do que as certezas. É inútil tratar a ambiguidade como um defeito, ela é a confissão da complexidade da experiência humana. Faz amizade com ela, pois, pode te ensinar muita coisa.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

No fim, as coisas se resolvem na convivência do dia a dia, que torna normais até as situações mais extravagantes. Administre com sabedoria todas as novidades que se apresentam, logo mais não serão mais novidades.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

É importante e valioso que você se ocupe e preocupe com os assuntos materiais, buscando soluções e elaborando estratégias para consolidar seus interesses. Não apenas isso, mas ajudar as outras pessoas a fazerem o mesmo.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Muito fácil teorizar que tudo daria certo se desapegando dos resultados, porém, na prática a alma só toma iniciativas muito apegada aos resultados. Com apego ou sem ele, o assunto é você tomar as iniciativas.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

Há horas em que somente a solidão é a melhor companhia, porque nesse estado você pode ter aquelas conversas sinceras e profundas, sem máscaras nem justificativas. Esses momentos são preciosos, e estão disponíveis.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

A articulação dos interesses diversos e conflitantes é o assunto da política. Essa acontece no seio familiar, nas empresas e nos países como um todo. Ninguém é livre da obrigação de participar das atividades políticas.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Melhor pecar por fazer demais do que errar por fazer menos do que você poderia. Melhor você não estacionar na indolência, porque essa criaria um vácuo criativo que, depois, seria mais difícil superar. Melhor não.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Enquanto você se ocupa de resolver os perrengues imediatos e urgentes, não deixe de valorizar as ideações que vinculam você a um futuro que, por mais distante e inatingível que pareça, é valioso mesmo assim.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Na hora em que você tiver suspeitas disso ou daquilo, evite dar por sabido que essa seja uma intuição infalível, porque em muitos casos as fantasias se misturam às verdadeiras intuições. Tudo merece investigação.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

É assim, quando você perceber as distorções que afetam negativamente os relacionamentos de seu interesse, é porque terá chegado a hora de trabalhar nesses, arrancando dos braços do conflito a harmonia oculta.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Apesar de ter de passar um tempo fazendo consertos e organizando questões que não pareceriam estar à sua altura, melhor se dispor com boa vontade a fazer isso, do que ficar de mau humor. Isso não ajudaria.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

Nadando na contracorrente, sua alma é tomada pelo espírito empreendedor, pelo entusiasmo de tocar a bola para frente e iniciar novos projetos. Isso é auspicioso e contamina de forma positiva os relacionamentos.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Assustar-se com as complicações e imaginar, logo de cara, que você não vai dar conta, isso até pode ser uma reação natural, porém, essa naturalidade se perderia se você estacionasse nela. Siga em frente, isso sim. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade