Publicidade

Correio Braziliense

Consumo de música gospel cresce no Brasil no período da pandemia

Estilo cresce nas plataformas digitais com aposta em parcerias artísticas, mix de sonoridades e linguagem moderna


postado em 23/05/2020 06:03

Gustavo Mioto e Padre Reginaldo Manzotti na gravação do DVD Tempo de Inovar(foto: Washington Possato/Divulgação)
Gustavo Mioto e Padre Reginaldo Manzotti na gravação do DVD Tempo de Inovar (foto: Washington Possato/Divulgação)

O gospel é um estilo musical que expressa a crença cristã, apresentando louvor ou adoração a Deus. Atualmente, o estilo que contava com músicas atreladas diretamente à igreja, com uma razão unicamente religiosa, passa por adaptações para atender a diferentes tipos de público. Por isso, alguns artistas do segmento apostam em parcerias e na junção de estilos musicais para divertir as pessoas, mas sem perder a ideia do conteúdo principal.

O padre Reginaldo Manzotti é cantor de música gospel e se apresenta em shows nas igrejas e fora delas. O sacerdote lançou o DVD Tempo de Inovar com a presença de 5 mil pessoas em Curitiba. Na gravação, o padre contou com a participação dos sertanejos Gustavo Mioto (A felicidade mora aqui) e Naiara Azevedo (Hora de amar). O DJ Alok também colocou o público para pular ao som de Vou para o alvo. Com influências de outros estilos na parte musical e com o gospel explícito nas composições, a intenção era inovar.

“Tudo tem a ver com o título do DVD. É tempo de inovar, é uma necessidade que nós temos na Igreja. Eu inovo nos ritmos, colocando arrocha, bachata e eletrônico e, nas participações, convidando artistas reconhecidos. Faço isso para evangelizar pessoas que não me acompanham. Os jovens escutam o sertanejo e a música eletrônica o tempo todo e não quis estar na contramão, me distanciando do que o esse público quer”, explica o sacerdote.

Além disso, o padre Reginaldo Manzotti acredita que a união de estilos musicais serve a um propósito maior. “Minha música está tocando em lugares seculares. O diretor artístico entendeu o que eu queria. Fizemos uma produção com muitas cores, muito movimento, muita dança e reflexões entre as faixas, cumprindo o papel de falar de Deus fora da igreja.”

Letras


Segundo Adailton Moura, jornalista e autor do livro A indústria da música gospel, as composições têm papel fundamental no novo modo de entender o estilo. “O tipo de letra que estão compondo atualmente também ajuda nessa disseminação, porque foge do linguajar dogmático da religião e fica na poesia, em palavras de amor, perdão, transformação e fé.”

O cantor Isaias Saad constrói uma carreira com foco no louvor e na adoração desde 2011, e possui mais de 5 milhões de acessos no YouTube desde então. Com letras baseadas no amor e na simplicidade, consegue divulgar a mensagem de Cristo para pessoas de todos os grupos, idades e esferas. “Acredito que apenas o amor de Deus pode alcançar lugares na nossa vida que ninguém consegue alcançar. Minha vida foi transformada por esse amor e meu desejo é que as pessoas conheçam também. Minha motivação é de que as pessoas possam se sentir amadas, aceitas e renovadas”, ressalta.

Cantor Isaias Saad, destaque no cenário gospel nacional(foto: Multiforme Filmes/Divulgação)
Cantor Isaias Saad, destaque no cenário gospel nacional (foto: Multiforme Filmes/Divulgação)
Com um álbum lançado e o sucesso com os vídeos na internet, o artista projeta o lançamento de um novo DVD. Além disso, acredita na singularidade musical e pensa em realizar gravações de gospel com outros estilos. “Trabalho com pop e pop rock, e tenho vontade de gravar reggae, fazer um feat com uma banda de pagode ou samba. Gosto de cantar o gospel, mas não gosto de rotular porque acredito na beleza da união dos sons e estilos”, pontua Isaias Saad.

Em conjunto, o grupo Preto no Branco se definiu como um grupo protestante. Além de cantar músicas com a mensagem cristã e de louvor a Deus, os integrantes também abordam questões sociais e raciais. Com quatro anos de carreira, o grupo trabalha com a mistura de ritmos brasileiros, forte influência da black music e com o gospel. “Temos muita referência da música baiana. A gente pensa ritmicamente e espera o momento certo para falar do nosso DNA, afirmando essa musicalidade mais urbana. Buscamos fazer um som dentro da nossa mensagem, sem barreiras, traduzindo o que a gente acredita”, explica Clóvis Pinho, ex-vocalista da banda.

Popularidade alta


O gospel ultrapassou barreiras e se tornou uma vertente recorrente nas lives de grandes artistas. Segundo dados do Spotify, o Brasil teve um crescimento de 44% no número de ouvintes de música gospel. Em 2019, o estilo foi o segundo gênero musical que mais cresceu no país, ficando atrás apenas da música sertaneja.

O maior exemplo da popularidade do gênero musical é a cantora Anitta. A artista iniciou a carreira cantando funk e ganhou notoriedade internacional com a música pop e latina. Recentemente, ela realizou uma live com o projeto Ao vivo pela vida. A apresentação foi a primeira de Anitta no período de isolamento social e contou apenas com canções gospel no repertório. Pelas redes sociais, a cantora explicou a decisão. “Eu e o Enzo (Celulari) tivemos a ideia de cantar essas músicas, pois elas me ajudaram a aprender a cantar. Será um repertório emocionante para mim, porque eu vou reviver muitas coisas”, disse, antes de realizar a live em abril.

Anitta fez live com músicas dessa vertente(foto: Multishow/Divulgação)
Anitta fez live com músicas dessa vertente (foto: Multishow/Divulgação)

A cantora Priscilla Alcântara, que transita entre o gospel e o pop, é responsável, ao lado de Whindersson Nunes, pelo sucesso da música Girassol, com mais de 8 milhões de visualizações. Além disso, o show on-line da artista no YouTube contou com 2 milhões de visualizações e releituras de sucessos das bandas Charlie Brown Jr e Calypso em ritmo gospel. O pagodeiro Dilsinho e a dupla sertaneja Matheus & Kauan são alguns dos artistas que também cantaram música gospel nas lives que realizaram.

“Nesse período de quarentena, a galera quer ouvir algo que traga tranquilidade, paz e esperança e os cantores querem transmitir esse tipo de mensagem para o público. Assim, quando eles cantam algo de algum artista cristão, gera aquela curiosidade e faz com que as pessoas procurem pela música. Isso traz engajamento e expõe o trabalho desses cantores para outros públicos. A estratégia de Priscilla de se unir ao o Whindersson foi incrível. A música ficou linda e, consequentemente, atingiu tribos diversas e viralizou”, explica o jornalista Adailton Moura.

Villa Mix Gospel


Um dos maiores festivais do Brasil, o VillaMix é conhecido por apresentar diversas atrações do sertanejo. Entretanto, a produção prepara uma novidade para o público: o VillaMix em Casa Gospel. A live marcada para 30 de maio contará com cantores e preletores em apresentações on-line com muita fé e solidariedade.

Primeiro convidado confirmado, Deive Leonardo conta com mais de 6 milhões de seguidores no Instagram e se popularizou com o canal de pregação no YouTube, considerado o maior do mundo. A cantora Isadora Pompeo e a pastora Ana Paula Valadão também são nomes confirmados no VillaMix Em Casa Gospel.

Segundo Adailton Moura, tanto os fãs quanto a indústria são fortalecidos com o novo festival. “Só do Villa Mix fazer um evento direcionado ao público de música gospel mostra o quão esse estilo musical é importante para a indústria. Além disso, tem um público fiel e consumidor. Faz parte do mercado, mas também é importante para que a mensagem transmitida atinja pessoas de fora do nicho. Creio que agora, no digital, isso vai aumentar ainda mais nos próximos anos”, completa.

*Estagiário sob a supervisão de Igor Silveira

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade