Publicidade

Correio Braziliense

CCBB lança projeto digital de arte e educação para todas as famílias

A intenção é estimular a experiência, a criação e a reflexão por meio da arte e da pedagogia


postado em 28/05/2020 13:00

Exposição Linhas da vida, em cartaz em Brasília, poderá ser visitada virtualmente(foto: Ding Musa/Divulgação)
Exposição Linhas da vida, em cartaz em Brasília, poderá ser visitada virtualmente (foto: Ding Musa/Divulgação)

O Centro Cultural Banco do Brasil, a partir da iniciativa do Programa CCBB Educativo, lança o projeto CCBB Educativo em Casa. Com interação totalmente digital, o programa busca estimular a experiência, a criação e a reflexão por meio de processos pedagógicos, artísticos e de curadoria. O público poderá acompanhar a novidade a partir de junho, por meio das redes sociais e do do site dos CCBB. 

A novidade, projetada com atividades gratuitas para todas as famílias, faz parte da iniciativa do CCBB de continuar proporcionando cultura, arte e educação com a característica de não haver restrições geográficas, visto que os espaços físicos estão fechados por conta do novo coronavírus. 

Entre as interações disponíveis para as crianças estão a contação de histórias Historietas, com artistas convidados como Denilson Baniwa, Gisela Motta, Guilherme Teixeira, Gustavo Gaivota, Leo Ladeira, Lia Chia, Tatiana Blass e o grupo Giramundo. Além disso, o Lugar de Criação propõe atividades de pesquisa e criação com materiais disponíveis em casa. 

Nas iniciativas para os adultos, um recorte do curso Transversalidades, que fala sobre práticas artísticas e sociais, a memória, a produção de subjetividades, de territórios e de patrimônios e a ação Questão de Gosto, que reflete sobre como, ao longo da história, os elementos culturais se constroem a partir de repertórios do ponto de vista alimentar.

Visitas mediadas, de forma on-line, serão realizadas por quatro exposições em cartaz, mas que estão com acesso presencial suspenso. Uma delas é Linhas da Vida - ChiharuShiota, de Brasília. Seminários virtuais e artigos sobre arte e educação também estarão disponíveis. A programação semanal será divulgadas nas redes sociais do CCBB, a partir de junho.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade