Publicidade

Correio Braziliense

Livros motivacionais apostam no autoconhecimento para ajudar na quarentena

Obras recém-lançadas falam sobre a importância de olhar e cuidar de si, tema essencial durante e após a pandemia


postado em 03/06/2020 07:21 / atualizado em 03/06/2020 10:46

Em 'O tempo de felicidade', Flora Victoria propõe uma pausa para realinhamento(foto: Mauro Nery/Divulgação)
Em 'O tempo de felicidade', Flora Victoria propõe uma pausa para realinhamento (foto: Mauro Nery/Divulgação)
Os medos e as incertezas que rodeiam o mundo pandêmico são também um desafio em meio ao combate ao novo coronavírus. Surtos virais recentes, como Sars em 2003 e Mers em 2012, ambas doenças respiratórias que afetaram as populações principalmente da China e do Oriente Médio, mostraram o aumento da preocupação em relação à saúde mental. Até por isso, especialistas acreditam que a covid-19 terá impactos profundos e que, por isso, é preciso ficar alerta.

Além dos cuidados em relação ao vírus, é preciso também dedicar um tempo na quarentena para si mesmo. O que pode ser feito de diversas formas, entre elas, com ajuda de alguns livros motivacionais recém-lançados no país que tratam sobre felicidade, propósito e meditação, temas em voga antes mesmo do coronavírus, mas que se tornaram ainda mais urgentes em meio à pandemia.

“Tudo isso que está acontecendo mundialmente deve contribuir para um índice de disfunção da população muito grande. A gente sabe que o mundo pós-pandemia será um mundo pós-trauma e que vai ser preciso que cada um desenvolva e faça coisas novas também. Por isso acho que o assunto da felicidade é de extrema importância. É sim o momento de falarmos de felicidade, de talentos, de esperança, de como definir próximos passos e de como se reconectar com as pessoas”, avalia Flora Victoria, mestre em psicologia positiva aplicada pela University of Pennsylvania e autora de O tempo da felicidade.

Escrito antes mesmo da pandemia, o livro acabou sendo lançado quando o Brasil decretou calamidade pública por conta da covid-19 e se mostrou ainda mais atual. Na obra, Flora propõe um sabático — que ela faz questão de explicar que não é um período de férias, como costuma ser imaginado — para repensar a vida e priorizar objetivos, com a missão de renovação. “O livro surgiu da ideia de falar sobre esse tempo que as pessoas precisam para se regenerar e serem felizes. O sabático é um período a cada sete anos que a pessoa precisa para se renovar e descansar, vem do passado da agricultura, quando se plantava por seis anos e, no sétimo ano, a natureza precisa descansar. Veio a mesma ideia para o ser humano, que pode ter um contexto religioso, acadêmico, para um projeto específico”, explica.

Em quase 200 páginas, a autora estabelece caminhos de desenvolvimento para a felicidade. “Em qualquer momento da vida, e este é um deles, temos três formas de lidar com algo novo: desespero, desânimo e desenvolvimento. Os dois primeiros são extremos que temos que evitar. O desenvolvimento é o que proponho no livro. Temos que aproveitar esse momento para reencontrar o que realmente importa, que é o valor a vida. Acho que é o momento das pessoas buscarem esse tipo de energia, de olhar para si mesmo, porque o mundo vai ser diferente. Já está”, define.

Mudanças de hábito

Andreza Carício compartilha em 'Todo santo dia' hábitos para buscar a felicidade(foto: Arquivo Pessoal)
Andreza Carício compartilha em 'Todo santo dia' hábitos para buscar a felicidade (foto: Arquivo Pessoal)
Essa também é a percepção de Andreza Carício, especialista em desenvolvimento humano e autora de Todo santo dia, obra que tem dominado o ranking das listas de mais vendidos na quarentena. “Esse é um período em que as pessoas estão se conectando com três medos: da morte, da doença e de perder dinheiro. São três grandes medos que se não forem tratados levam à síndrome do pânico, transtornos, pensamentos perturbadores e é a última coisa que queremos para a humanidade”, avalia. Por isso, ela acredita que é preciso investir no autocuidado e no autoconhecimento. “Não tem como fazer esse processo se você não se conhecer. Se não sei quem sou, não consigo enxergar verdadeiramente o outro e nem entender minhas demandas internas. Uma das bases da felicidade é conhecer a si mesmo”, completa.

Em Todo santo dia, Andreza compartilha 102 atitudes que podem trazer uma mudança no estilo de vida. O livro se inspira em coisas que ela fez na própria vida quando se percebeu infeliz, mesmo tendo posse de tudo que almejava: um bom emprego, um bom casamento, filhos... “Eu tinha parado de me escutar. A gente acaba deixando de ouvir nossos sonhos. Eu tinha esquecido. Então quando encontrei esse propósito na minha vida, pensei em escrever o livro sobre tudo aquilo que eu estava praticando para conseguir acordar feliz todos os dias. Eu sabia que podia ajudar na transformação das pessoas, porque me ajudou”, explica.
 
A meditação é a proposta de Amanda Dreher para uma jornada de cura(foto: Luz da Serra/Divulgação)
A meditação é a proposta de Amanda Dreher para uma jornada de cura (foto: Luz da Serra/Divulgação)
 

Uma das grandes mudanças de hábitos da sociedade na quarentena está ligada à prática da meditação, que se tornou popular até para quem antes não era adepto. “Vejo que o interesse das pessoas pela meditação está cada vez maior. Neste momento precisamos urgentemente de alívio para os medos e ansiedades despertados pela situação atual. Precisamos de algo que nos permita manter a calma em meio a tantas incertezas. E a meditação é justamente um caminho natural para conseguirmos tudo isso”, analisa Amanda Dreher, escritora e pesquisadora em terapias integrativas.

O assunto é tema da obra As meditações mais poderosas de todos os tempos, de Amanda Dreher, em que a autora sugere uma transformação que traz leveza e tranquilidade para o dia a dia a partir da prática. Para isso, a estudiosa compartilha 28 meditações simples e fáceis para que qualquer pessoa consiga realizar. A ideia é que o leitor possa criar rotinas meditativas. “Durante quatro anos, gravei centenas de meditações guiadas para os meus alunos, e dentre estas centenas de meditações selecionei as 28 mais poderosas, as que deram os melhores resultados. A meditação transformou a minha vida. Transformou tanto que acabei desenvolvendo um método próprio, que surgiu para que outras pessoas não caiam nos mesmos erros que eu caí e consigam aplicar a meditação de forma simples e prática na sua rotina”, completa.
 

SERVIÇO 

As meditações mais poderosas de todos os tempos
De Amanda Dreher. Luz da Serra Editora, 224 páginas. 
Preço médio: R$ 54,90.

O tempo da felicidade: Um sabático para repensar 
a vida, priorizar seus objetivos e se renovar
De Flora Victoria. Editora Harper Collins, 198 páginas. Preço médio: R$ 29,92 e R$ 25,11 (e-book).

Todo santo dia — Atitudes poderosas para transformar 
sua vida em uma jornada de crescimento diário e consistente
De Andreza Carício. Literare Books, 255 páginas. Preço médio: R$ 34,90 e R$ 22,41 (e-book).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade