Publicidade

Correio Braziliense

Paola Carosella cede Twitter para Winnie Bueno falar sobre gênero e raça

No Twitter, a chef tem mais de 1 milhão e 300 mil seguidores


postado em 05/06/2020 12:56 / atualizado em 05/06/2020 13:46

(foto: Winnie Bueno - reprodução/ Paola Carosella-Instagram)
(foto: Winnie Bueno - reprodução/ Paola Carosella-Instagram)
A fim de ajudar na luta contra o racismo, Paola Carosella cedeu a conta dela no Twitter para a ativista e pesquisadora Winnie Bueno conversar com os seguidores sobre questões relacionadas à raça e gênero. “Durante as próximas semanas a @winniebueno vai ocupar o meu perfil trazendo conteúdos relacionados a raça e gênero”, diz a bio do perfil da chef do Masterchef Brasil

A iniciativa parte dos últimos acontecimentos no mundo, como os protestos nos Estados Unidos e no Brasil. Além do movimento #BlackOutTuesday, que além de postagens de telas pretas nas redes sociais, exige outras posturas. 

“Queremos dar espaço a vozes e pessoas e falar de racismo, sexismo e combate à violência, e também compartilhar potências de resistência a tudo isso que tá aí. Falar melhor sobre projetos antirracistas e compartilhar ferramentas de combate à desinformação”, escreveu Paola. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade