Publicidade

Correio Braziliense

Após Falabella e Abreu, Vera Fischer também é dispensada pela Globo

Atriz, de 68 anos, protagonizou sucessos como Mandala e Laços de família. Estava na emissora carioca há 43


postado em 06/06/2020 15:32

(foto: Patricia Lino/Divulgação)
(foto: Patricia Lino/Divulgação)
Nome do primeiro escalão da Globo, Vera Fischer, 68 anos, é mais uma estrela cortada da lista de funcionários da emissora. A atriz, que protagonizou novelas como Brilhante (1981), Mandala (1987) e Laços de família (2000) foi dispensada na mesma semana em que outros colegas veteranos, José de Abreu e Miguel Falabella, deixaram a emissora. Ela estava na Globo há 43 anos.
 
A atriz, cuja mais recente novela foi Espelho da vida, exibida até abril de 2019, estava escalada para o elenco de outro folhetim. Programada para 2021, Além da ilusão, trama das seis da tarde, tem um papel para ela. Mesmo fora do quadro de funcionários, Vera pode participar da novela como contratada para aquele projeto específico.
 
Em novembro de 2019 Vera comentou no programa TV Fama, da Rede TV!, as mudanças na forma de contratação da Globo, que já vinha trocando contratos de longo prazo por obra. “Fiz seriados e novelas que deram prestígio e dinheiro para a Globo e para mim também. Fico com pena de atores e atrizes que são bons e precisam sair.”
 
A Globo já vem reduzindo o quadro de funcionários, não só do setor de dramaturgia, não é de hoje. Entre outros grandes nomes que a emissora demitiu estão Malu Mader, Carolina Ferraz, Malvino Salvador e Stênio Garcia. Estes são nomes que saíram em 2020. No ano passado, o quadro de jornalistas também foi reduzido – Mauro Naves, Fernando Rocha, Glenda Koslowski saíram, entre vários outros.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade