Diversão e Arte

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta quarta (17/6)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta quarta-feira, 17 de junho, de acordo com cada signo

Oscar Quiroga
postado em 17/06/2020 01:00

Horóscopo desta quarta-feira, 17 de junho

Mercúrio retrógrado

Data estelar: Mercúrio inicia retrogradação; Lua míngua em Touro

Temer a retrogradação de Mercúrio é o mesmo que determinares mentalmente que reservarás aproximadamente 11 das 54 semanas do ano para te entregar ao temor. Isso não é digno de ti, o temor te apequena, e a retrogradação de Mercúrio é apenas uma justificativa para te esbaldares numa condição que aconteceria igualmente, sem argumentos cósmicos, teu temor. A história das interpretações astrológicas é também a história da reverência e do temor humano diante do que pareceriam forças insustentáveis, que viriam, quase sempre, a provocar desgraças. Por isso, não foste tu que inventaste o temor ao Mercúrio retrógrado, tu apenas estás repetindo o temor dos que escreveram a respeito. Se observares desapaixonadamente, isto é, sem temor, os acontecimentos, perceberias que Mercúrio retrógrado não te intimida coisa nenhuma.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

A segurança não provém de você ter muitos zeros positivos na conta bancária, mas de garantir o terreno adequado sobre o qual continuar erguendo a estrutura do progresso. Sua alma não veio à Terra à descanso, isso não.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

Pisar em ovos para não dizer o que precisa ser dito, essa é uma experiência frustrante. Evidentemente, não se trata tampouco de sair por aí ofendendo quem quer que seja, mas de encontrar o momento de falar o necessário.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

A incoerência não é negativa numa hora dessas, porque como tudo foi tomado pela ambiguidade, não há mais nenhuma voz oficial desprovida dela, a alma humana precisa se debater no meio das informações contraditórias.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

É humano errar, porém, ainda mais humano do que isso é buscar culpados para os erros que nós mesmos cometemos. Fazemos isso com as pessoas com que nos relacionamos, e elas fazem isso com a gente também. Loucura humana.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

O que fazer quando você percebe que precisa seguir em frente, mas que isso significaria atropelar quem estiver no caminho? Talvez não haja tempo disponível para a diplomacia e, por um momento, tudo tenha de ser precipitado.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Conhecer pessoas que podem abrir portas não é suficiente. Além disso, você precisa ter em mente algo a oferecer a elas, e se aproximar na hora certa. Muito além disso ainda, é fazer o necessário sem apego aos resultados.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

A vida é graça e alegria, porém, nossa humanidade tem o péssimo hábito de se convencer de tudo ser o contrário. Não raramente esse péssimo hábito cria problemas onde só há soluções. Cuide para isso não acontecer a você.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Há bastante assunto para ser tratado nos relacionamentos que sua alma considera importantes e significativos, porém, não espere chegar a nenhuma conclusão, porque esse não é o objetivo. Cartas sobre a mesa, isso sim.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Ainda que o panorama dos relacionamentos pareça complicado demais para suportar, continue em frente fazendo todos os ajustes que fiquem claros à sua percepção, porque isso fará toda a diferença e agregará.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

As pessoas não se tornaram mais incoerentes do que o normal, é que o mundo em que todos habitamos ficou muito louco e, para exercer a adaptação a esse, muitos ajustes precisam ser feitos, parecendo incoerência.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

Poucas coisas seriam suficientes para colocar a ordem necessária e sua alma se sentir um pouco mais segura a respeito de tudo que acontece. Neste momento, evite depender de grandes tacadas, usufrua do que está disponível.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

A vida não é apenas o que acontece a você. A vida é também o que você faz acontecer, pois, mesmo que em alguns casos isso signifique colher decepções e frustrações, mesmo assim você ganha, por ter feito acontecer.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação