Diversão e Arte

Rihanna e CEO do Twitter doam R$ 80 milhões para serviços de saúde mental

A parceria já contribuiu para outras instituições em apoio à vítimas de violência doméstica

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 19/06/2020 17:54
Rihanna
A cantora Rihanna, por meio da própria Fundação Clara Lionel, uniu-se ao CEO do Twitter, Jack Dorsey mais uma vez, para fazer uma doação de pouco mais de US$ 15 milhões (R$ 80 milhões), agora para organizações que trabalham com a causa da saúde mental nas cidades de Newark e Chicago, nos Estados Unidos.

[SAIBAMAIS]O valor vai ser distribuído para várias instituições que realizam serviços de saúde mental e outras ações. "Injustiças raciais, perpetuadas por sistemas de segurança social, estão exacerbando o impacto do coronavírus na saúde mental de indivíduos e famílias por toda a extensão dos EUA", declarou, segundo a People, a Fundação Clara Lionel por meio de um comunicado oficial.

O comunicado ainda expõe que, enquanto a maior parte dos estados estão começando a flexibilização das medidas de isolamento, ;milhões de americanos continuam enfrentando desafios que ameaçam a saúde física e mental, além do status econômico;, completa.

Colaboração

A parceria entre o CEO do Twitter e a fundação de Rihanna tem gerado resultados bem positivos nos últimos meses. Em abril, eles doaram US$ 4,2 milhões (mais de R$ 22 milhões) para organizações que lutam contra a violência doméstica, problema intensificado pela quarentena.

Na ocasião, afirmaram que o fundo "ajudaria a dar 10 semanas de apoio a indivíduos que sofreram violência doméstica, incluindo abrigo, alimentação e cuidados psicológicos".

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação