Publicidade

Correio Braziliense

Reforma do Museu de Arte de Brasília deve ser finalizada este semestre

Um dos principais museus da capital, o MAB está fechado há mais de 10 anos


postado em 02/07/2020 21:30

(foto: Secretaria de Cultura/Divulgação)
(foto: Secretaria de Cultura/Divulgação)
Depois de mais de uma década fechado, o Museu de Arte de Brasília (MAB), localizado próximo à Concha Acústica, às margens do Lago Paranoá, parece estar perto de abrir as portas novamente. Mesmo com os desdobramentos da pandemia do novo coronavírus, o processo de restauração do museu segue inalterado e, ao que tudo indica, a obra deve ser finalizada ainda este semestre. 

Após uma visita técnica ao canteiro de obras, realizada nesta quinta-feira (2/7), o secretário de Cultura e Economia Criativa do DF, Bartolomeu Rodrigues, e o presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), Fernando Leite, garantiram que o cronograma de restauração está na fase final. 

Além de devolver a instituição cultural para Brasília, Bartolomeu detalhou que o projeto tem como objetivo transformar toda a área no entorno do museu, até a Concha Acústica, em polo cultural. 

Com 35 anos de história e detentor de um rico acervo de obras modernas e contemporâneas, de artistas locais e nacionais, o MAB retornará com instalações que atendem as necessidades de segurança, acessibilidade e contemplam espaços adequados para abrigar reserva técnica, laboratório de restauro e conservação, sala de triagem para recebimento e avaliação de obras, colocação de placas fotovoltaicas na cobertura para geração de energia e climatização dos locais de exposição de acervos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade