Publicidade

Correio Braziliense

Mulher de Porchat não foi a única: veja outros casos de nudez em lives

Com a pandemia e o aumento das lives, cresce também o número de pessoas que acabam aparecendo peladas sem querer. Assim, traições são descobertas, gente é demitida e até o presidente vê o que não quer


postado em 06/07/2020 14:41 / atualizado em 06/07/2020 14:52

(foto: reprodução/YouTube)
(foto: reprodução/YouTube)
A aparição de Nataly Mega usando apenas uma toalha na cabeça no meio da live que o marido, Fábio Porchat, fazia com o político Guilherme Boulos (PSol-SP), foi um dos temas mais comentados no país no fim de semana. Mas Nataly não está sozinha nessa exposição involuntária. Com o confinamento imposto pela pandemia de covid-19 ao redor do mundo e a consequente popularização das lives, a nudez acidental vem se tornando cada vez mais comuns. Veja alguns episódios recentes de pelados na telinha.

Traição descoberta

 

Em abril, o apresentador de tevê espanhol Alfonso Merlos participava de uma live no YouTube quando uma mulher passou seminua atrás dele e acabou filmada. Os internautas logo perceberam que ela não se parecia em nada com a namorada de Merlos, uma ex-participante do Big Brother Espanha, o que levantou sérias suspeitas sobre sua fidelidade à companheira.

 

 

Marido no chuveiro

 

Também em abril passado, a repórter de tevê americana Melinda Meza foi pautada pela emissora onde trabalha para fazer, de casa, um tutorial sobre como cortar cabelo sozinho em casa, durante a quarentena. Melinda cumpriu seu dever, mas não notou que, enquanto gravava, o reflexo de seu marido tomando banho aparecia no espelho, logo atrás dela.

 

 

 

Nude no telão

 

O jornalista Douglas Belan, da Rede Globo de Cuiabá, estava apresentando o telejornal ao vivo quando cometeu um grave erro. Em vez de selecionar em seu celular mensagens de leitores para que aparecessem no telão do estúdio, acabou clicando em um nude masculino. A foto foi para a tela e não chegou a carregar, mas foi possível ver que se tratava de um corpo masculino. Belan deixou a emissora logo após o erro, cometido também em abril passado.

 

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
 

 

Até na reunião presidencial

 

Em maio passado, o presidente Jair Bolsonaro precisou interromper uma reunião por videoconferência com empresários para avisar que um dos participantes aparecia pelado no vídeo. O encontro foi organizado pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, e nâo ficou claro quem era o "peladão", como descreveu o ministro da Economia, Paulo Guedes.

 

 

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade