Diversão e Arte

30 anos depois de Maria Chiquinha

postado em 11/07/2020 04:16
História da dupla Sandy & Junior é contada em série documental lançada no Globoplay e na Globo


No ano passado, a dupla Sandy & Junior fez história ao rodar o Brasil com uma turnê que comemorava os 30 anos de carreira, celebrados a partir do momento considerado marco na trajetória dos irmãos: a apresentação de Maria Chiquinha no programa Som Brasil de Lima Duarte. Nossa história, o nome da série de shows, foi a segunda maior turnê de 2019, perdendo apenas para a de Elton John.

Como forma de realmente fechar o ciclo iniciado quando anunciaram a volta aos palcos, a dupla preparou um material especial, composto por um documentário de sete episódios sobre a história dos irmãos, e um show completo gravado durante a segunda passagem pelo Alliaz Parque, em São Paulo, que deu origem também a um CD e um DVD.

A primeira novidade já foi lançada, pelo menos para assinantes no Globoplay. Desde ontem, o serviço tem a íntegra de Sandy & Junior: A história, lançado na mesma semana que a plataforma divulgou a novela Estrela-guia, que também tinha os irmãos no elenco. Amanhã, o primeiro episódio do documentário será exibido na tevê aberta depois de Tamanho família.

O documentário traz uma série de imagens inéditas do acervo da dupla, além dos depoimentos de Sandy e Junior que abrem a intimidade dessa forma pela primeira vez. ;Foi meio mágico. Posso dizer que foi bem emocionante. A gente não esperava metade do que foi a turnê e veio a ideia do documentário. As coisas foram acontecendo e foram tomando uma proporção que a gente nem podia imaginar. Tivemos a oportunidade de reviver essa história e recontar num documentário, finalmente, através dos nossos olhos. E acho que agora a gente tem o distanciamento necessário para contar, como quem vê isso de fora, sem se abalar, sem correr riscos emocionais;, diz Sandy, animada, em entrevista via Zoom em resposta ao Correio.

Para os irmãos, a história deles sempre foi contada por um viés jornalístico e comercial e, no documentário, eles tomam as rédeas da própria narrativa. ;Pudemos ver como aquilo tudo refletiu em nós. A gente acabou tendo a oportunidade de dar aquela pincelada na vida toda, porque acaba que é grande parte da nossa vida. Mas olhar para tudo isso, num resumão de sete episódios com a cabeça de agora, com 36 e 37 anos, que temos;, afirma Junior.

Os irmãos escolhem os episódios um e quatro como os mais emocionantes. O primeiro se debruça sobre a separação em 2007. Já o quarto episódio explora as polêmicas e as dificuldades enfrentadas por conta da exposição da vida pessoal enquanto eles eram jovens. Expor essa intimidade só foi possível porque a dupla chamou um amigo para dirigir o documentário Douglas Aguillar. ;Foi um fator importante para gente confiar. Facilitou muito por ter a possibilidade de nos sentirmos à vontade de falar alguns assuntos que não tínhamos falado, até então. Foram muitas horas de material e ele foi muito sensível de entender, gerando algo muito especial;, define Junior.

No dia 17, o streaming lança o especial Sandy & Junior: Nossa história, com registro do show gravado na capital paulista e também com imagens da turnê pelo país. No mesmo dia, o material será lançado em formato de álbum nas plataformas digitais. Ainda não há previsão de lançamento em formato físico. ;Esse projeto merecia esse desdobramento, essa nossa atenção. Mas acho muito difícil que a gente faça isso de novo. Foi muito importante e lindo;, acrescenta Sandy descartando qualquer nova reunião dos irmãos, que seguem, agora, de volta às carreiras solo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação