Diversão e Arte

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta quarta (22/7)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta quarta-feira, 22 de julho, de acordo com cada signo

Oscar Quiroga
postado em 22/07/2020 06:00

Horóscopo desta quarta-feira, 22 de julho

Experiência humana

Data estelar: Sol ingressa em Leão; Lua cresce Vazia até 20h41, horário de Brasília

Sabias que é completamente possível nasceres com amplas possibilidades e talentos, mas passar pela existência sem desenvolver nada ou muito pouco? Isso é assim porque o ser humano não se desenvolve por inércia ou instinto, mas por decisão e atrevimento. E isso complica muito o jogo da construção da experiência humana de vida. Trata com cautela as expectativas de que um golpe de sorte te ajude a subir na vida, ou de que seres elevados emerjam de uma nave interestelar a te colocar no caminho ansiado, pois, tua única chance de desenvolver as potencialidades que te sejam inerentes é tomares a decisão de as experimentar, errando e acertando com atrevimento. É dura a passagem da infância, em que somos cuidados, para a vida adulta, em que temos de decidir tudo, mas é assim que as coisas funcionam no mundo humano.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

Há coisas novas com que seria interessante você se envolver, porém, elas vêm misturadas a algumas questões que seria melhor nem perder tempo com elas, mas que surgem com aparência sedutora, atraente. Use o discernimento.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

Transite pelos ambientes em que você sentir bem-estar, seja porque recheados das coisas que são familiares a você, seja porque há neles pessoas que amparam você e que promovem sentimento de leveza e alegria. É por aí.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

A prova dos nove da evolução se dá no dia a dia, na forma com que você encontra leveza, alegria e regozijo nas mínimas questões que se repetem cotidianamente, em vez de jogar para um futuro incerto essas colheitas.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

Cuide dos seus interesses sem se alarmar com nada do que acontecer. Ou seja, evite fazer manobras empurradas pela ansiedade alheia, porque aí a coisa ficaria complicada. Assegure seu terreno, mas sem ansiedade.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

Tomar iniciativas até que não é difícil, o difícil é acertar na iniciativa que seria mais importante, prioritária. Talvez isso não esteja disponível, porque falta clareza, porém, não deixe isso deter você nas iniciativas.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Um pouco de silêncio e calma serão confortantes e brindarão com senso maior de segurança. Está tudo bem, mas o mundo anda tão incerto e provedor de angústias, que fica difícil confiar em que esteja realmente tudo bem.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Faça a coisa certa, e o que seria essa? Uma lista de tarefas que devam ser executadas, passo a passo, com o maior detalhamento possível, para que, sobre essa, você tenha uma diretriz para avançar no terreno pretendido.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

No mundo interior é bastante difícil distinguir as fantasias das verdadeiras visões. Porém, é para isso que você tem mãos, para que sirvam ao propósito prático, já que, só na vida exterior se resolve essa distinção.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Quando a visão do que se pode fazer estiver mais clara em sua mente, só então você sentirá alívio. Até lá, uma agonia toma conta da alma, como se nada estivesse saindo do lugar. Tudo está em marcha, isso sim.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Reconhecer erros e exageros, quem gosta? Ninguém! Enfrentar os demônios interiores se trata exatamente disso, da recusa de fazer os devidos reconhecimentos, tendo em vista consertar tudo o mais rapidamente possível.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

Seria impossível agradar todas as pessoas envolvidas, melhor nem tentar. Siga em frente com seus planos e intenções e, se não quiser desagradar ninguém, então faça movimentos discretos, sem nenhum comentário.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Para que as promessas encerradas nas potencialidades do momento se tornem concretas, além do entusiasmo que tudo provoca há de se colocar mãos à obra o mais rapidamente possível, sem medo de errar. Experimentar é preciso.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação