Diversão e Arte

Ator Gésio Amadeu morre aos 73 anos de covid-19

Gésio deixou um legado de mais de 50 anos de trabalho nos palcos e nas telas de diversas emissoras do país

Diário de Pernambuco
postado em 05/08/2020 20:38
homem sorrindoAos 73 anos, o ator Gésio Amadeu morreu, na tarde desta quarta-feira (5/8), por complicações da Covid-19. Ele foi internado no final de junho em São Paulo para tratar da doença em um hospital na cidade de São Paulo. O ator deixa quatro filhos.

O cineasta Mario Amadeu, filho do ator, confirmou a informação em suas redes sociais. De acordo com a publicação, Gésio veio a óbito por falência múltipla dos órgãos.

"Meu pai acabou de falecer. Falência múltipla de órgãos. Por hora, somente essa informação. Assim que possível, postaremos mais. Obrigado", escreveu Mario no Facebook.

[VIDEO1]

Gésio era ator de teatro e televisão. Fez diversas novelas em diferentes emissoras. Desde a extinta TV Tupi até a Rede Globo, cujo último trabalho foi o folhetim Velho Chico, exibido em 2016. No SBT, ele fez sucesso como o cozinheiro Chico, na novela infantil Chiquititas, exibida nos anos 1990.
Por meio de nota oficial, o SBT lamentou a morte de Gésio e relembrou a carreira do ator na emissora paulista como um "dos grandes atores revelados pelo teatro, emprestando posteriomente seu talento à teledramaturgia nacional".

Leia a nota na íntegra:

"O SBT lamenta profundamente o falecimento do ator Gésio Amadeu, de 73 anos. Ele estava internado desde o final de junho no Hospital Sancta Maggiore, e hoje (05) teve falência múltipla dos órgãos, em decorrência da Covid-19.


Gésio faz parte dos grandes atores revelados pelo teatro, emprestando posteriomente seu talento à teledramaturgia nacional, tendo interpretado personagens que permeiam a memória afetiva do público, em diversas emissoras de TV.


No SBT, sua primeira participação foi no seriado Joana (84-85), onde deu vida a um dos jornalistas da revista que era pano de fundo da série. Logo, ingressou na segunda fase da novela Meus Filhos Minha Vida (84-85), tendo feito ainda na emissora as novelas Cortina de Vidro (89-90), Sangue do Meu Sangue (95-96), Os Ossos do Barão (97), Amor e Ódio (2001-2002) e Seus Olhos (2004).


Mas foi como o simpático e amoroso Chef Chico, na primeira versão de Chiquititas (1997-2001), que Gésio conquistou o coração do público infantil. Chico era uma figura amável e sempre disposta a ajudar, que reunia as meninas do Orfanato Raio de Luz ao redor de sua cozinha para aplicar ensinamentos, sempre com uma dose extra de amabilidade e respeito.


Gésio deixa 4 filhos e uma legião de fãs que acompanharam seu trabalho em mais de 50 anos nos palcos e nas telas."

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação