Publicidade

Correio Braziliense

Crescem vendas no comércio

Para fugir do tumulto da véspera do Dia das Mães, brasilienses foram às compras na sexta-feira. Estimativa dos lojistas é de que o movimento seja 7% superior ao registrado no mesmo período de 2007


postado em 10/05/2008 09:06 / atualizado em 10/05/2008 09:08

Os consumidores aproveitaram o último dia útil antes do Dia das Mães para garantir o presente e fugir do tumulto da véspera. Os corredores dos shoppings estavam mais movimentados do que de costume e os vendedores mais animados com a correria do atendimento. O cenário ilustra o que os números estimam para a segunda melhor data de faturamento do comércio. O Sindicato do Comércio Varejista do DF (Sindivarejista) estima crescimento de 7% nas vendas, índice maior do que os 5,8% registrados na data no ano passado. “Comparando com segunda-feira, por exemplo, o movimento aumentou. Muitos estão vindo comprar o presente para as mães e aproveitam as promoções”, comemora Fernanda Boechat, gerente da loja de roupa de cama, mesa e banho, Zelo. A loja foi a opção encontrada pelo porteiro Francimar Carlo de Brito, de 30 anos. “Eu queria comprar uma roupa, mas parece que as lojas só oferecem opções para mães de 20 aos 30 anos. Minha mãe tem 58, vou preferir dar um edredon do que uma blusa que ela não vai usar.” Leia mais na edição impressa do Correio Braziliense

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade