Publicidade

Correio Braziliense

Lula critica Petrobras e PDVSA

O presidente comparou as petroleiras a moças bonitas em um baile com muitos pretendentes


postado em 17/05/2008 18:38 / atualizado em 17/05/2008 18:51

LIMA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou, neste sábado (17/05), as companhias petroleiras Petrobras e PDVSA (da Venezuela) por não conseguirem chegar a um acordo. "Quando eu me reúno com o presidente (da Venezuela, Hugo) Chávez, chegamos a um acordo em 30 minutos. Quando a Petrobras e a PDVSA se sentam para conversar, há um descontrole total", criticou Lula, durante uma reunião em Lima com o presidente anfitrião, Alan García. "Acontece que eu e Chávez nos reunimos com (o presidente da PDVSA, Rafael) Ramírez e (o presidente da Petrobras, Sergio) Gabrielli, entramos em um acordo, nos abraçamos e, um mês depois, Petrobras e PDVSA não chegam a um acordo, e nada está bem", continuou. "As empresas superpoderosas negociando são como moças bonitas em um baile com muitos pretendentes, ficam mais difíceis. Acho que as petroleiras são assim, ninguém quer ceder", insistiu. O presidente Lula usou esse exemplo durante uma reunião, em Lima, com seu colega peruano, Alan Garcia, para falar da lentidão dos investimentos e acordos entre as duas empresas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade