Publicidade

Correio Braziliense

Fundo soberano será adiado

 


postado em 28/05/2008 08:17 / atualizado em 28/05/2008 08:50

O presidente Lula bateu o martelo: o projeto de lei propondo a criação do Fundo Soberano do Brasil não seguirá esta semana para o Congresso. O novo adiamento foi comunicado a Mantega por Lula em reunião na tarde desta terça-feira (27/05). O presidente justificou que precisa analisar melhor a proposta do ministro, que defende a transferência do excedente do superávit primário (economia para pagamento de juros da dívida) para o fundo, recursos que seriam usados para o financiamento de empresas brasileiras no exterior. Na conversa, Lula fez questão de ressaltar que “não está enterrando nem congelando seu projeto”. Mas, segundo o presidente, é necessário discutir o modelo apresentado há duas semanas pelo ministro, pois há uma ala do governo, da qual fazem parte o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, alegando que o melhor, neste momento, é usar o extra do superávit primário para abater a dívida. Com isso, o governo sinalizaria aos agentes econômicos o seu comprometimento com o controle da inflação e abriria uma janela para o BC voltar a cortar juros em 2009, quando se espera que os índices de preços estejam ancorados no centro da meta, de 4,5%. Leia mais na edição impressa do Correio Braziliense

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade