Publicidade

Correio Braziliense

CVM diz que ainda investiga vazamento no caso Nossa Caixa

 


postado em 03/06/2008 08:59 / atualizado em 03/06/2008 09:00

A presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Maria Helena Santana, disse nesta segunda-feira (02/06) que a autarquia continua investigando se houve vazamento de informação dos planos do Banco do Brasil de incorporar a Nossa Caixa. Santana afirmou que o fato de o caso envolver duas instituições do setor público não altera o rumo da apuração. "Vazamento é um crime. A CVM, e também o Ministério Público, tem jurisdição para apurá-lo". Ela não quis dar detalhes da investigação. As ações da Nossa Caixa tiveram aumento significativo nos negócios antes de a operação ser comunicada. Segundo a Economática, no dia 21 de maio, antes do anúncio, a Bovespa teve 994 negócios com a ação, que giraram R$ 15,67 milhões -o maior volume no ano. Até a semana anterior, os negócios somavam 583, e o volume, R$ 10 milhões

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade