Publicidade

Correio Braziliense

Brasil construirá hidroelétrica na Nicarágua

 


postado em 01/08/2008 08:59 / atualizado em 01/08/2008 09:01

Brasil e Nicarágua acertaram a construção de uma central hidroelétrica, com capacidade de 160 MW (megawatts), no sul nicaraguense, como parte dos convênios de cooperação bilateral, informou nesta quinta-feira (31/07) uma fonte oficial em Manágua. O projeto, denominado Tumarín, será desenvolvido na Região Autônoma do Atlântico Sul, com um investimento total de US$ 350 milhões, revelou a presidência nicaraguense. O acordo foi firmado entre o presidente da Eletrobras, José Muniz, e o titular da Central Hidroelétrica Centroamérica (CHC), Mauricio Mariani, em um ato na embaixada do Brasil em Manágua. A CHC é uma afiliada do grupo brasileiro Queiroz Galvão. O custo total do projeto será assumido pela Eletrobras e pela CHC, em um esquema no qual o governo nicaraguense começará com 10% de participação e terminará com 100%, após remunerar os construtores. O projeto será financiado pelo BNDES e pelo BCIE (Banco Centro-Americano de Integração Econômica). Além da represa na bacia do rio Grande de Matagalpa, o projeto prevê uma linha de transmissão e uma estrada de acesso ao local.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade