Publicidade

Correio Braziliense

Ministério da Justiça aprova fusão de cervejarias

 


postado em 17/09/2008 17:12 / atualizado em 17/09/2008 17:15

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), do Ministério da Justiça, aprovou nesta quarta-feira (17/09), sem restrições, a compra da cervejaria Anheuser-Busch, dos Estados Unidos, fabricante da Budweiser, pela cervejaria belgo-brasileira InBev. A operação foi realizada no dia 13 de julho por US$ 52 bilhões , o que corresponde a R$ 94,7 bilhões na cotação de hoje. O voto do conselheiro-relator Vinícius Marques de Carvalho diz que tanto a Secretaria de Assuntos Econômicos (Seae), do Ministério da Fazenda, quanto a Secretaria de Defesa Econômica (SDE), do Ministério da Justiça, e a Procuradoria do Cade, opinaram pela aprovação, sem restrições. O conselho acolheu os pareceres por entender que a operação não acarreta prejuízo ao mercado de cervejas brasileiro. A AmBev, braço brasileiro da InBev, já detinha 67,79% do mercado nacional com as cervejas Brahma, Antarctica, Skol e Bohemia, um índice de concentração de mercado considerado alto. Já a Anheuser-Busch tinha apenas 1,23% de participação no mercado brasileiro com as cervejas Budweiser, Beck's e Stella Artois.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade