Economia

Sindicalista cobra de Lula incentivos para o crédito

;

postado em 20/10/2008 19:18
Depois de passar quase o dia todo reunido com ministros e representantes de bancos federais, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva empenhou-se em acalmar também as preocupações de sindicalistas com a crise financeira internacional. Lula encontrou-se no fim desta segunda-feira (20/10) com o presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah, para tomar pé do impacto sentido até agora nos setores de comércio e serviços, representados pela central. "O presidente já não diz mais que essa crise é apenas uma marola, mas também afirma que não é nenhum tsunami", afirmou o sindicalista. Segundo ele, a central cobrou do presidente incentivos federais ao crédito, para prevenir a retração da demanda, acompanhada do aumento nas taxas de juros e da redução dos prazos de financiamento. "Nossa preocupação é com emprego. Sem crédito, temos problemas nas duas pontas. De um lado, os trabalhadores não conseguem comprar. Do outro, as empresas aumentam as taxas e reduzem as prestações", completou Patah.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação