Publicidade

Correio Braziliense

Emprego cai mesmo com alta na produção

 


postado em 14/04/2009 09:38 / atualizado em 14/04/2009 09:39

O nível de emprego na indústria automotiva caiu entre janeiro e março deste ano, apesar de o setor registrar aumento da produção no período. Após cair para 90,8 mil veículos em dezembro, o volume de produção vem subindo mês a mês devido à redução do IPI, até chegar a 262,7 mil unidades em março, segundo a Anfavea (associação das montadoras). Mas o mesmo não se verificou com o número de empregados no setor, que apresenta queda contínua no período: eram 131,2 mil em setembro de 2008, 126,8 mil em dezembro, e agora são 122,2 mil. Para o economista Carlos Magno Bittencourt, diretor do curso de ciências econômicas da Escola de Negócios da PUC-PR, as montadoras "vão ter que voltar a contratar ainda neste ano", diante do reaquecimento do setor devido especialmente à redução do IPI. "Com as medidas internas, somadas às ações anunciadas pelo G20, temos condições de reagir", disse o economista. Ele afirma também que há espaço para uma geração ainda maior de empregos. "O governo poderia dar mais um empurrão com a diminuição dos encargos trabalhistas".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade