Publicidade

Correio Braziliense

Duratex e Satipel acertam fusão


postado em 22/06/2009 10:01

Itaúsa e Ligna anunciaram nesta segunda-feira (22/06) a fusão das operações de suas controladas Duratex e Satipel, criando, segundo as próprias empresas, a "maior indústria de painéis de madeira industrializada do hemisfério sul" e o "segundo maior produtor de louças sanitárias do Brasil". A nova empresa terá capacidade instalada total de 4 milhões de metros cúbicos/ano de painéis de madeira industrializada. A área florestal total será de 209 mil hectares de florestas certificadas. Já a divisão de produtos sanitários, a cargo da Deca, tem capacidade de produção de aproximadamente 23 milhões de peças por ano. O faturamento estimado ("pro forma") da nova empresa, com base em dados de 2008, deve ser de R$ 3,271 bilhões, com um valor de mercado na casa dos R$ 3,033 bilhões. O contrato entre as duas companhias prevê que a Satipel incorpore a Duratex. Os acionistas dessa segunda empresa devem receber ações ordinárias da Satipel, que prevê emitir 348,78 milhões novas ações. A empresa resultante da fusão, no entanto, será denominada Duratex S.A. e terá ações listadas no segmento do Novo Mercado (para empresas comprometidas com práticas mais rigorosas de transparência) da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Ao final da operação, a reestruturação societária prevista indica que os controladores da atual Duratex devem deter 39,6% da chamada Duratex S.A enquanto os controladores da Satipel outros 17%, enquanto os demais acionistas ficam com os 43,4% restantes. A fusão ainda depende da aprovação dos acionistas das duas companhias, além da concordância dos órgãos de defesa da concorrência.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade